Piadas sujas

Está insuportável conviver com a minha mãe

2020.11.23 14:14 geovanadarkness Está insuportável conviver com a minha mãe

Bom, como já diz o título o problema ultimamente tem sido viver com minha mãe. Tenho 22 anos e moro com meus pais e, ultimamente, sinto que minha mãe nem me fala "oi" ou "bom dia", é sempre "vai lavar sua coberta", "tem que lavar o banheiro", "a casa tá suja". MAS a casa nem está suja, e parece que tanto eu quanto ela estamos o tempo todo limpando. Parece que se eu não limpo tão rápido quanto ela quer, tão logo quanto ela quer não está bom.

Agora toda vez que minha mãe fala comigo sinto vontade de chorar. Pra piorar eu nem mais consigo ter o relacionamento tão aberto que eu tinha com ela antes pq ela arruma algo pra criticar. Até piadas ela arruma um jeito de arruinar. Estou chegando no limite e nem tenho como sair de casa.
submitted by geovanadarkness to desabafos [link] [comments]


2020.08.25 03:04 SnooCheesecakes566 Vamos falar de sexo...

Sexo para mim sempre foi algo complicado... Não fale, não sinta, se entregue, permita... Eram coisas que vinham na minha mente o tempo todo quando estava com alguém, fosse homem, fosse mulher. Ao mesmo tempo, sexo para mim estava ligado a algo ruim, punição, era como se aquela coisa ruim só acontecesse com meninas que mereciam e eu merecia. Na minha cabeça...
Ao mesmo tempo... O valor que as pessoas, mas principalmente homens, lhes dão está intimamente ligado no quanto te desejam certo? Errado, novamente isso era só na minha cabeça.
Eu devo ter de uma forma ou de outra seduzido cada pessoa que já passou pela minha vida, seja aceitando investidas, (não fale), seja aceitando abusos diretamente do meu corpo, (se entregue e permita). Eu devo de certa forma ter sido apaixonada, por todos aqueles que me desejaram de um jeito ou de outro... As vezes com a noção, (errada), de que desejo e afeto são a mesma coisa, as vezes com a noção, (errada de novo), de que quem me desejava cuidaria de mim.
Mas o pior é a culpa, como tudo isso não passava de auto-punição, sempre ficava aquela vozinha na minha cabeça, me chamando de vários nomes, cobrando, apontando a vergonha que eu era para a minha família, meus pais, até eu não poder andar de cabeça erguida na rua... Eu me achava suja, me achava imunda, por isso que merecia todas estas coisas.
Eu escrevi este texto para explicar que ninfomania, não é algo que homens devem se sentir interessados, como tenho visto recentemente, não é simplesmente mulheres que gostam de sexo, (sexo deve ser bom, deve ser algo que ambos gostam), é algo que você nunca vai saber o mal que está fazendo. E é algo que eventualmente vai destruir tudo, relacionamentos, trabalho, sua vida pessoal, sua relação com o mundo. Eventualmente, quem sofre disso, se destrói de um jeito ou de outro.
Hoje depois de muito tempo de tratamento, eu percebo o quanto estava doente e também quantos lobos se aproveitaram, quantos só se aproximaram por ser fácil, quantos insistiram em fazer sexo comigo, mesmo percebendo o meu desconforto, porque se eu não quisesse de verdade, eu seria mais incisiva, hoje vejo que de muitas formas, fui vítima de muita gente que amei... Mas ao menos hoje ando de cabeça erguida.
Aquela menina não existe mais.
Espero que este desabafo ajude quem sofre com este mal, mas também espero que ajude quem não entende, quem não compreende a entenderem melhor, que isso não é diversão e nem tão pouco algo para piadas, é algo sério, que precisa ser respeitado.
submitted by SnooCheesecakes566 to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 15:21 Vinirdsantos MucaLOL voce mudou

Triste MucaLoL, triste, voce era um cara irreverente, entrava no Omegle, cantava com o greninja no sings, fazia flexão em live, 15 horas de live por dia +. xingava inferiores na solo q sem medo de represalias, pegava gordas no carnaval e ainda tirava sarro disso
Hoje em dia parece um tiozão do churrasco que acha graça com piadas do tipo "haha vou abrir live as 18:00", faz live dia sim, mes não, não tem forças nem pra fazer um simples salve do Jax, triste Danyel, triste.
Parece que aquele MucaLOL morreu e deu espaço pra esse cara podre e franzino chamado Danyel Sena, MucaLoL criticava e cortava relaçoes com Gustavo por se relacionar com e girl, Danyel Sena virou o proprio Gustavo, MucaLOL fazia 24h de live com bonezinho 99% + de winrate challenger e quitando de partida, Danyel Sena paga Elojob diario pro Denis pra manter a conta com 200PDL mestre só pra não cair pro diamante
CARA!!! Voce chuta o modem pra derrubar a internet e ir dormir, depois posta falando que o OBS ta crashando, voce tem noção que isso é a coisa mais suja que um streamer pode fazer com seu publico? Nunca, em 30 anos que assisto lives nesse site vi algo semelhante
Estou escrevendo esse textos aos prantos, chorando sentindo saudades daquele cara, aquele cara que nós do chat estendemos a mão, ajudamos a chegar onde chegou, hoje em dia voce esta se tornando apenas mais um
F
submitted by Vinirdsantos to smurfdomuca [link] [comments]


2020.03.10 00:39 anubiscyber Dirty Jokes(piadas sujas) in Classic Cartoons - The Ultimate Compilation em ingles

Dirty Jokes(piadas sujas) in Classic Cartoons - The Ultimate Compilation em ingles submitted by anubiscyber to saiadabolha [link] [comments]


2020.03.05 07:43 transigirthenight piada suja e besta - redditando na madrugada

A colegial de escola católica estava conversando com uma amiga nova que estudava em escola pública e decidiu perguntar sobre aquele assunto que não se fala na escola dela:
"pelo mesmo buraco onde entra o pinto, sua boba"
submitted by transigirthenight to brasilivre [link] [comments]


2020.02.27 15:36 K1NGW Os filhos do átomo

[Então, essa é minha tentativa em fazer um poema longo, similar à, por exemplo, "A máquina do mundo" de Carlos Drummond de Andrade ou "O uivo" de Allen Ginsberg. Gostaria de, realmente saber o que vocês pensam desse poema. Tenho tentado publicar recentemente, sem sucesso e penso em desistir de tentar publicar e guardar meus contos e poemas apenas numa gaveta de meias, então digamos que esse poema é minha última bala para ver se eu tenho um pingo de talento e/ou habilidade ou se é somente um devaneio da minha cabeça em ser um escritor. Desde já, agradeço a atenção e foi mal pela introdução medíocre kkkkk]
I-Letreiro
As armas e barrões assinalados,
que ficam em suas salas de cristal
no topo do montes de concreto
sitiados pelas lâmpadas foscas
Às ninfas e sereias torpes,
que se embrenham pelo lodo
dos igarapés e rios
encharcadas do fedor de dejetos
Altos senhores do mundo moderno
com suas salvações enlatadas
soluções alienantes e
verdades incompletas
Permitam-me que o furor e o ardor
que da minha mão ferve em turbilhão
No papel, queimando, da caneta
Em ardis dobras, concedei-me
Ó senhores da fama e do prazer
que preenchem nossas vidas vazias
a habilidade de cantar
Maldita sina, ser o cantor e companheiro
de meus semelhantes
que vivemos cercados
pelos outdoors
que vamos ao cinema ver heróis
que nos perdemos em noites de garrafas
nos embriagamos no amor e ideias
que levamos os dentes arregalados na face
Estrelas mudas! Sejam as testemunhas
de nós, filhos do átomo e da eletricidade
nós, zumbis luminescentes, nada temos
nada buscamos, nada lutamos
mas o ideal está cravado no peito!
Com tinta de um estúdio de tatuagens podres
Canto o mundo que descende dos Césares, Einstein, Napoleão e Hitler
Os ódios que se mesclam ao amor
Ó leitor, seja tu, meu mais fiel inspetor
Observe os campos encharcados de fluidos
as mulheres sem amor
e os homens na guerra
e o humano sem choro
onde somente há a peste e a infelicidade
Veja! Não se esconda, jamais se esconda
Onde há infelicidade, há esperança
Vamos! Meu confidente mudo,
acompanhe-me pelos caminhos que
nós todos caminhamos!
II- Luzes faiscantes
Pulavam milhares ouvindo
ignotos, inconscientes, felizes
Ouça, ouça... dance, dance
As águas da esplanada se amontoam
o sêmen se mistura ao sangue
Do peito, a tosse nasce
A polícia invade a festa
Cacetes, nas mãos com armas
o sangue escorre
a fumaça sobe
é noite dia!
A hora do demônio
A hora sem fim ou começo
As mulheres e os homens se amontoam
numa orgia primordial
ritual para a gestação da nova geração
nascerá os super-homens!
Ainda que nasçam deformes e azulados
Mutilados pelas gravatas e togas
pelos livros que não lhe motivam
Obrigados a ler!
A leitura que um dia será banida
dizem futurólogos
apenas, conforta a alma, o prazer,
desses seres humanos
que se enfiam em escolas e faculdades
imersos em falsa vontade de conhecimento
guiados pelo prazer
do entorpecimento, do gozo e do ócio
fornecido pelo anseio do barão gordo
cheio de cédulas
Chega! Chega!
Liberdade! Abaixo aos barões
derrubemos os museus e os ídolos do passado
iremos criar novos museus e novos ídolos
tão banais, fúteis e sem significado
e nós, filhos do átomo, viveremos felizes
em meio a beijos e sorrisos
com o pobre abraçado ao rico
o feio, ao bonito; o côncavo ao convexo
e seremos tão cegos e felizes
como nossos antepassados
Traremos a eletricidade e a civilização
aos animais!
Seremos, nós, imortais
guiados somente por nossos anseios e desejos.
III- O louco do mercado
Por corromperes a juventude
és condenado a beber cicuta
não temam, não temam
Amai seu destino!
O caminho que tomas é feio
é uma prensa contra todos aqueles
Corruptor? Sim, o és.
afinal que mais pode ser?
Tu mesmo sendo filho do átomo
grita, esperneia, clama
por algo que não é uno
Onde há felicidade nisso que tu gritas?
Que vida há em ter os olhos abertos como o tens?
Ó grande vidente, as dores e o sofrimentos são muitos
Os risos e felicidades são a única solução
Fáceis, estupidamente fáceis de se conseguir
os líquidos, as seringas, as fumaças simples...
Quando não o contato, o rosto, o prazer
isto é a solução para toda a minha dor, ó profeta!
Nós, filhos do átomo, assim como nosso pai
somos divisíveis ainda que dito indivisíveis
Embreamo-nos pelas ruas sujas e fedidas
na qual os anjos bêbados dormem sobre o papelão
Façamos a revolução! Lutemos, lutemos
Nós que vivemos na eternidade do tempo dos alarmes
livres, tão livres que somos presos
amordaçados, alienados
Que nos importa as ciências e os deuses?
As esfinges dos clubes de luzes nos satisfazem
Os sarcófagos da manhã seguinte nos satisfazem
O papel com o selo nós satisfaz
ignorantes como o somos, nós nos alegramos em ser ditos mestres
Mestres da saúde, da engenharia, das leis
Mestres dos prazeres, da guerra e da revolução
Ó, louco do mercado, com essas chagas que trago
por que os filhos do átomo devemos sair das casas adornadas
nas verdades que construímos para unificar nosso ego e justiçar nossos olhos fechados?
Ó, Louco do mercado, por que carregas essa lanterna?
Busco aqueles que enxergam, ó poeta!
Tu que cantas o novo milênio e sua geração
és mais filho do átomo que todos!
dividido em trazer o mundo que vês e sentes
ou trazer o mundo que pensas e refletes ...
Onde estão seus oximoros?
Tu que somente vive pelas palavras
busca liberdade, mas encontra correntes nas palavras
Se minha vida se torna morte
e minha morte se torna vida
para seus companheiros
Ó, filhos do átomo, se preferem ficar em suas casas de efemeridades
Embebecidos de dinheiro, sexo e álcool
vivam por suas escolham...
enganem-se sem justificativa
assumam seu anseio de fuga irreal
viagem para as terras da fantasia
para o mundo de heróis
criem suas utopias
e vivam do ópio e do gozo
Ó, louco do mercado, porque justo eu?
Por que tu és o poeta!
Tu deves escrever!
E agora?
E agora?
é chegada a hora de partirmos,
eu para a morte,
vós, filhos do átomo, para a vida.
Quem segue melhor destino,
se eu,
se vós,
é segredo para todos,
exceto para a divindade.
IV- A máquina de loucos
E como eu palmilhasse vagamente
Por uma estrada de concreto seco da cidade
eu vejo as almas do purgatório
que viagem de São Paulo ao Rio
embebecidas de Omeprazol
Rodopiantes em círculos do metrô
com suas gravatas abotoadas
seus jalecos brancos embaixo do braço
suas esperanças e sonhos enfiados numa maleta
considerar-se-ão felizes pelas noites anteriores
presos a sua rotina maçante e normal
que podem jamais ser julgados por viver dessa maneira
Os tapas na costa e os pedaços de latas enfaixados são suficientes
Eles adocicam as mínimas vitórias que elevam como vitórias de César
Confesso que deveria estar alegra, mas eu acho tudo isso uma grande piada
E se todos acreditam que ser um
médico, policial, padra, engenheiro ou advogado e escrever posts na internet
basta para melhorar o nosso belo disfuncional quadro social
vida? Essa é a vida que o louco falou?
Não, não, basta, basta
Basta de palavras
Botões aqui
Doenças para lá
Sorrisos vendidos em camelôs
Preconceitos destilados em igrejas
Alegria entorpecida aceitada pelos filhos do átomo
Eu que tomos a caneta em meus dedos na hora violeta
no momento que lua e sol compartilham o céu
me sinto enojado da putrefação
não me resta nada para cantar
eu que não sou do mundo
eu que não sou do além-mundo
eu que não sou nada
eu que sou filho do átomo
mas eu não sou filho do átomo
eu que não sou outra coisa senão poeta
De que me serve essa caneta?
Basta.
Devo eu ser o louco...
Todos caminham na multidão
eu que devaneio em me desviar
Estarei com todos no leito dos mortos
Incompreensível, eu caminho
Estarei com todos no leito dos mortos
Motivos e filosofias morreram
Estarei com todos no leito dos mortos
Vida vivida tão simples e agonizante
Estarei com todos no leito dos mortos
Maldito pensamento que brota em mim
Estarei com todos no leito dos mortos
Silêncio, mente!
Estarei com todos no leito dos mortos
Maldito mundo, por que um dia nasci para vê-lo?
Estarei com todos no leito dos mortos
Mundo cinza e torpe, por que decido cantá-lo
Estarei com todos no leito dos mortos
Minha sanidade se esvai em palavras
Estarei com todos no leito dos mortos
Bendito será o dia em que estarei com todos no leito dos mortos.
submitted by K1NGW to rapidinhapoetica [link] [comments]


2020.02.12 12:29 faustfaust Minha avó tá mal de saúde, a casa dela é um lixão

Pois é, a minha avó caiu em casa semana passada e quebrou a bacia. Provavelmente, ela nunca mais vai caminhar, devido a idade avançada e o nível de depressão que ela está.
Faz muitos anos que ela recusa visita. A gente vai na casa dela, bate na porta, ficamos lá no pátio esperando. Algumas vezes ela nos atende, outras vezes não. Nunca nos deixa entrar na casa, só podemos entrar na cozinha e no banheiro do que são os fundos da casa (ela abre a porta dos fundos pra nós às vezes). A última vez que ela nos deixou, de fato, entrar na casa e abriu a porta da frente pra nós faz cerca de 2 anos. Tecnicamente, o meu tio mora com ela e "cuida" dela. As aspas são porque ele, na verdade, passa o dia inteiro chapado.
Agora, como ela tá hospitalizada, nós tivemos que entrar lá para preparar a casa para ela, porque ela vai precisar de uma cama hospitalar e de uma cuidadora. Quando entramos lá, eu queria morrer.
A casa tá podre de suja. Crostas de podridão, cocô de rato, barata pra tudo que é lado, mofo por tudo. Aquelas casas abandonadas de filme de terror são piada perto do estado da casa da minha avó.
A gente queria tentar limpar a casa pra ver se conseguimos deixar em condições para ela voltar pra lá (ela pede pra voltar pra casa dela) ou então pra vender ou algo assim. Mesmo que coloquem a casa abaixo, o terreno é gigante, sei lá. Qualquer coisa, ela vai morar com a minha tia ou num residencial, ainda estamos pensando. Mas a tarefa número 1 é tentar deixar a casa menos pavorosa. Até porque é a casa de infância da minha tia, que teve uma crise de choro na primeira vez que ela entrou e viu como tava tudo.
Já conseguimos limpar a cozinha (vocês não têm noção do que era a geladeira dela) e a sala. Tacamos Jimo na casa toda, limpamos o chão e as paredes com produtos de limpeza puro, jogamos o lixo acumulado todo fora, jogamos as roupas carcomidas e coisas estragadas fora... Enfim, estamos trabalhando muito desde quarta passada.
Eu peguei essa bronca porque a minha tia já tem idade e tá toda fodida da coluna, então eu to tentando fazer o serviço pesado. Minha tia tá fazendo umas coisas mais leves, tipo jogar fora as roupas que tão mto ruins, limpar tirar pó dos móveis, etc. Eu disse que vou dar um jeito no banheiro.
Meu tio que morava com a vó bateu boca comigo e com a minha tia e se sumiu no mundo. O quarto dele, cara. Vocês não imaginam. Eu não tenho nem coragem de tentar chamar uma pessoa pra limpar, porque isso aqui é insalubre demais. Eu acho que qualquer faxineira viria aqui, daria um berro e sairia correndo. Eu to aqui desde as cinco da manhã hoje e eu não aguento mais. Eu to tentando me focar na tarefa, porque se eu paro pra pensar eu piro.
Vou pedir ajuda de vocês com coisas práticas. Alguém aqui manja de fazer limpeza pesada e pode me dar umas dicas? Se não souberem, vocês podem perguntar pras mães de vocês, por favor? A minha mãe morreu há muitos anos, e a minha tia tá meio surtada (eu fui lá no quarto e ela tava chorando, pq as fotografias tão todas destruídas). Eu não sei pra quem perguntar.
Tem uma coisa que eu nunca vi na minha vida. Uma toalha que caiu no chão do banheiro meio que se grudou no piso. Ela tá seca e dura que parece uma pedra e grudou no chão. A gente não tá conseguidno desgrudar aquela merda de jeito nenhum. Alguém tem uma ideia aí? Enquanto eu escrevo isso, deixei de molho lá com clorofina, cloro gel e sapóleo (larguei um tubo de clorofina em cima).
Além disso, umas manchas pretas no chão de azulejo do banheiro. Eu acho que é de podre, nem imagino o que pode ter causado. Não sei como remover. Como se remove manchas bizarras de azulejo?
Não consegui pesquisar na internet nada, porque só me recomendam limpezas normais e dicas normais (eu pesquiso por "como remover tecido podre grudado no chão de azulejo" e o google me mostra tutoriais de como lavar um pano de chão). Sério, é um caso daquelas casas de programa de TV de acumuladores misturada com filme de terror. Não é uma casa normal. Eu não sei o que fazer.
submitted by faustfaust to desabafos [link] [comments]


2020.01.14 08:38 LordCidus É um desabafo arrogante, mas foda-se

É um desabafo arrogante, mas foda-se
Nasci em um bairro merda e pobre da Zona Norte de São Paulo, numa família com grandes dificuldades financeiras, mas que nunca me faltou educação, zelo e amor de meus pais. A vida, nos aspectos materiais, sempre nos foi uma merda. Ralamos muito, com pouco sucesso, mas isso nunca nos tirou um certo orgulho que carregamos, de nos manter em pé, diante de tudo e de todos
Minha vida teve pontos altos e baixos, fracassos amorosos, tristezas e, ainda que entre eu, meu irmão e meus pais o relacionamento sempre foi do maior vínculo e amor, entre eu e meus tios e avós sempre sobraram desconfianças e hostilidades.
Não vou dar detalhes, mas sempre fui um rapaz bem inteligente. Tirava boas notas quando queria e sempre aprendi de tudo com a maior facilidade. De programação linear e algorítimos de maximização com aplicação para soluções industriais e financeiras até o conceito de methexis e mimesis como fundamento da teoria eidética em Platão, passando por noções de física, biologia, sociologia, história e artes. Minha memória é boa e isso me ajuda a estudar praticamente qualquer coisa, e sem precisar de muita ajuda.
Não que isso não tenha seu preço. Muita gente criou muita expectativa em cima de mim e isso atrapalha para um caralho. Entretanto, a grande parte das merdas que eu fiz foram erros meus, a responsabilidade maior de meus problemas é, claro, de escolhas insensatas que fiz, e que se fazem cobrar ainda mais quando você tem tanto conhecimento sobre tanta cosia. O peso do erro é dobrado
Mas a questão é que, tenho hoje uma ótima namorada, uma companheira, um amor pra vida mesmo, um relacionamento ótimo com meus pais e com meu irmão, minha empresa finalmente está começando a decolar e ter uma carteira boa de clientes, tenho minha casa que vou pagando o financiamento, meu carrinho e ao meu redor só os amigos DE VERDADE que passaram pelos meus piores momentos. No entanto, apesar de tudo isso, me sinto profundamente incomodado
Vou me isolando em uma espiral insana de conhecimentos diversos, experiências únicas e de uma trilha que vai me levando para o sucesso, ao mesmo tempo que me sinto completamente isolado. Tenho bons amigos mas, não consigo dividir minhas experiências de maneira satisfatória com quase nenhum deles. Mesmo minha namorada, que eu amo muito, por vezes parece que há um abismo entre nós.
Eu só consigo conversar tudo o que vai na minha cabeça com meu irmão. Parece ser a única pessoa com quem compartilho, de fato, o mesmo entusiasmo com os saberes e as relações entre os saberes. Sinto que esse distanciamento, fatalmente, vai ser a ruína de todas essas coisas boas que vivo, e de certa forma, me preparo para isso
Ao mesmo tempo que vou vendo meus pais ficando mais velhos surge essa geração nova que é, para mim, lastimável em quase todos os aspectos (pobreza cultural aliada a cacoetes mentais criou uma geração que, mesmo com toda a capacidade que a tecnologia moderna nos traz, se afunda em ideologias, depressão e uma total passividade diante da vida) . O isolamento é um destino que diante desse cenário me parece profundamente desejável
Mas não sei lidar bem com isso, essa é a verdade. O futuro me parece bem mais sombrio do que o presente, mesmo eu tendo uma vida promissora e até agora, aos trancos e barrancos, relativamente bem sucedida. De certa forma, não posso negar que esse futuro me traz certo medo, e uma certa sensação de que os dias melhores que procuro, na verdade, são os de agora
Estou cheio de possibilidades e de vontade, mas não vejo perspectiva e cada dia mais deixo no passado o gordinho extrovertido, nerd e risonho que costumava ser para me tornar um velho ranzinza e quieto. Não creio que isso seja a maturidade, porque não precisamos de uma carranca para assumir as responsabilidades da vida. Eu observo a minha realidade social e não tenho, simplesmente, a menor vontade de participar dela, ao mesmo tempo que sinto falta de algum grupo de eruditos com quem possa compartilhar conhecimentos sobre a tecnologia, matemática, ciências, filosofia, história, economia, assuntos correlatos bem como umas piadas sujas, conversas sobre carros, jogos, futebol e outras amenidades.
A verdade é que meus amigos, mesmo sendo bons amigos, verdadeiros mesmo, por força do trabalho e da rotina, vão perdendo o brilho da juventude e o interesse de estudar coisas novas, empreender em caminhos diferentes e isso vai me distanciando deles. As conversas de juventude sobre inovações, ciências, mulheres, jogos e carros vão ficando pra trás e no lugar vão se acumulando rotinas e uma mesmice bem entendiante
A velhice vem chegando, mas não me sinto velho, só que olho para os meus amigos, as vezes até minha namorada e essa geração nova e só vejo gente "cansada". Não posso negar que é frustrante, e, mesmo conhecendo tanta coisa, não sei o que fazer.
Enfim, é só um desabafo gigantesco e arrogante que não posso fazer o tempo todo.
submitted by LordCidus to desabafos [link] [comments]


2019.11.13 23:33 altovaliriano Tormund versão HBO

Nos livros, eu acho Tormund muito engraçado, com suas piadas sujas e causos absurdos, que todo mundo sabe que é uma mistura de meias-verdades com invencionice. Ele parece um tiozão do pavê bem velhinho e sempre bem humorado.
Já na série, ele me parece um Zach Galifianakis sem carisma algum. Mas é incrível a quantidade de espectadores que gostam dele, inclusive muitos leitores qualificados de ASoIaF. Eu entendo que ele e Rory McCann (Cão de Caça) se completam, mas a questão é que Rory fez um ótimo trabalho em todos os aspectos do Cão (na fúria, no sofrimento e no humor negro), o que eu não vejo em Kristofer Hivju.
Eu realmente gostaria de entender este encanto que todos têm pelo Tormund da HBO. O que vcs acham deste personagem na série?
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.09.05 19:35 readyfortheplague Como dia a prestação

Presta atenção
lá vem aquela senhora !
apertar suas bochechas e dizer o quanto você ficou lindo gordo
mas tem seu vizinho fazendo piada
cortando lenha tudo mais
pra provar o valor do trabalho duro
então ! já que foi
foi ! se não foi !
espero que isso responda as perguntas
mas depois se for pra ficar pra sempre
que seja pra sempre
sem essa metade desvalida de uma moeda suja por passar de mão em mão
contra todos ! ou contra mão
pede o leite mas compra o pão
nessa eu vou indo de sacola furada !
derruba mais um ! levanta mais outros
espera esse poço encher d'água !
já que a falta é bem maior do que o que se interfere !
e vai consecutivamente apenas na prevaricação
juntando uns pontos ! e pronto
tá feito sorvete derretendo !
submitted by readyfortheplague to u/readyfortheplague [link] [comments]


2019.08.09 00:02 TemiiJ Concurso de piadas

Digam as vossas melhores piadas, sejam elas sujas, de humor negro ou secas.
submitted by TemiiJ to portugal [link] [comments]


2019.03.13 19:46 lizziehope Igreja Assembleia de Deus e o mistério da voz roubada.

Tinha nenhuma idade, quando estava no púlpito com meu pastor, ele me apresentou à igreja. Era grande as promessas que essa igreja cantou em meus ouvidos, eram altas as vozes de luxúria e inveja. Queria poder ensinar coisas, mas eu não tinha o suficiente para ver. Infelizmente, vendi minha alma para o inimigo deles, para ver se tinha como sair daquele mar tenebroso e mesmo assim eles não paravam de bater na porta. Era um estupro divino, já que na bíblia diz que Jesus bateria na porta e se eu não o deixasse entrar, boom, ele me deixaria em paz. Porém até hoje, não tenho paz nele. Só um cansaço em tanta inveja que talvez quem controla ele tem de mim. Sim, tudo começou no Lucas. Um telefone sem fio em que eu disse: "Passa pro Lucas que eu gosto dele", ou se ele queria me namorar. Lembro de quando ele disse que a única negra bonita era a Cinthia. Depois passou para o Davi, tive sonhos estranhos e pensei que era um sinal. Chorei vendo ele beijar a Renata, não minha irmã, outra menina. Eles se beijavam enquanto meu sorvete se derretia. E eu encarava, sem saber o porque. Doía, Mas queria deixar doer. Pensei e comecei a tentar ser como ela e outra menina, Rebecca, que também gostava dele. Tanto faz, eles não me deixam em paz mesmo. Ela estava ensinando a fazer abdominais para a Larissa, disse a ela: "Não da para emagrecer só assim, abdominal define, não gasta tanta caloria". Então ela disse: "Você é magra? Eu faço isso todos os dias, Eu sei como fazer" A Larissa ficou quieta então, Mas eu lembro de um sorriso estranho em ambos os lábios. Deitei e fui sonhar outro sonho esquisito de lágrimas e inveja. Voltando ao Davi, em um belo dia Eu e a Larissa estávamos conversando bastante e eu revelei que gostava dele. Ela contou para todos, não estava acostumada ainda, então fiquei confusa, Mas esperançosa, talvez, acreditava que eles eram minha família, eles pudessem aceitar isso. Eu era a café com leite. Era triste, me sentia lombada por eles, porque ele parecia gostar da Joyce, enquanto me usava de brinquedo para fazer ela rir. Saindo dele, apaixonei meu coração por vários outros rostos. O Levi foi um deles. Lembro de quando estávamos em um ônibus ou metrô, ou barco, algo estava ali. Talvez não era ele de fato, já que ele estava interessado na Rebeca, ou em mim, tanto faz. Talvez ele só quisesse mesmo é rir comigo secretamente, assim como os outros dias. Tentei caçar amigos, orei para ter, tentei matar meus amigos, tentei achar uma família, tentei me matar por causa da minha, tentei abandonar a igreja, Mas ela continua caçando bruxas. Sim, Eu sou uma bruxa. Aceitem. Que bom que fugirei e, sem saber escrever, vou varrer vocês de minhas memórias. O rancor por não ter dinheiro, ou o rancor por suas mãos sujas em meu dinheiro? Sua mão, Eu não limpo. Sua mão está suja de sangue. Suas irmãs deveriam estudar historia. Invés de ler esse livro velho e achar que sabe mais que eu. Rasgo esse livro como vocês rasgam véus. Rasgo esse véu e mostro meu dedo. Desrespeito, vocês nunca tiveram lealdade comigo. "Elias, um dia eu posso solar?" "SÉRIO? VOCÊ QUER? SERIA MUITO BOM" Tentei ensaiar uma musica, Mas ele nunca me deu uma para ensaiar. Quem deu foi minha irmã, porque ela achou que talvez seria aquela. Eles, no fim, nunca me deixaram. Foi engraçado quando a Solange escolheu a Julia, que tem uma voz feia, muito. Muito mesmo. Para cantar. Foi tipo um desacato para minha própria luxuria. Eu já achava minha voz um lixo a muito tempo, desde que o pastor que Ismael tinha falado que eu ia gravar meu álbum no dia 32 de Fevereiro, quando eu era criança. Sim, daí eu fui atrás de alguém para gravar meu CD. Não sabia que era uma piada na epoca. Engraçado quando esqueci a letra da música, olhei para minha irmã buscando reconforto e ela riu de mim. Todos começaram a rir, Mas eu entendia que era porque eram adolescentes e crianças são idiotas. Era uma igreja bem cheia. Voltando a tempos bons, como quando riam de meu cabelo e me chamavam de Mãe natureza, eu podia sentir algumas coisas entranhas. Era como se eu realmente me comunicasse com elas, Mas ao mesmo tempo, era como se fosse Deus entre nós. Que pena que o Deus delas era tão maldoso. Tinha um the voice. Que bom que eu me inscrevi para cantar nele, só meninas haviam ido, sentaram nas cadeiras para virar e escolher as melhores. Nunca cantei tão mal na minha vida, mas eu ao menos tinha uma esperança que minha voz talvez seria boa o suficiente para apenas uma cadeira. Foi engraçado ver a Solange fingindo dó e choro enquanto segurava o riso e pedia para pelo menos uma pessoa virar. Por que eu tinha que cantar até o final? Eu não sei, não sei se posso cantar. Com certeza, mesmo com uma voz horrível, eu faço músicas mais agradáveis. Sinto um calafrio com vocês gritando para que eu me cale. Sinto uma dor no peito de ver tudo isso. Gostaria de entrar novamente e devora-los. Um por um. Cada peça. Cada jogo. Cada fantasma. Eu seria a melhor e mais maníaca. O meu plano está em pratica. Aceitem a mim e nunca mais verão deus. Deixem eu ir e nunca mais ouvirão minha voz novamente.
submitted by lizziehope to u/lizziehope [link] [comments]


2019.02.27 11:43 lizziehope Caindo dentro de paginas mortas

stou vagando e, lentamente, viro para dar um adeus. Talvez eu esteja fingindo uma tristeza inexistente, talvez eu tenha me enganado feio, talvez eu tenha errado com todo o universo. Eu sempre perguntei o porquê minha sorte era tão corriqueiramente infortuna. Talvez por eu ser mais uma desajeitada à procura de um amor. Eu pensei que fosse cantores, que cantaram para mim em uma sinfonia distorcida de amor, brigas e ódio mútuo. Eu odiei a mim mesma, ao meu gato, a minha pátria e os meus amigos. Eu pensei que achei amigos novos, mas eu não havia achado nada além de pessoas que também mentem, ou que, apenas, não conseguem ser tão diretamente diretas. Eu tentei ser calma. Eu tento me acalmar. Então gritam "Olha isso! Você é um monstro". Alegremente tiro minha máscara de humano e digo: "Sim, obrigada por perceberem, até hoje não me odiava tanto assim", logico que é mentira, por isso tentei suicidio. Claro que não tentarei novamente e não é porque tenho pessoas para respeitar e amar aqui, nesse mundo, a unica pessoa que eu verdadeiramente consegui voltar e voltar e voltar, morreu. Ele morreu e eu tentei fazer com que ele voltasse, mas ele não vai voltar, então eu não tenho sentido nenhum. Eu gostaria de continuar viva, com certeza, mas não gostaria de me apaixonar por cada garoto em minha vida, novamente. Eu tenho essa doença, eu me sinto suja, arde em mim, é um ardência forte, muito forte, que me deixa agoniada. Qualquer barulho ou movimentação me irritam quando sinto ela. Sinto vontade de matar qualquer um, por isso me sinto tão azarada, como alguém pode manter isso para sempre? Como eu consigo ser tão nojenta
Gostaria que fosse uma carta de suicidio, gostaria de ter sido hackeada, gostaria de ser impedida, mas ao mesmo tempo, gostaria de cometer suicidio, sem ninguém para me impedir. Ele perguntou se eu estaria lá, ou alguém, eu não sei. Ao menos eu não estive lá, talvez eu nunca realmente estive em lugar nenhum. Gostaria de confessar aos mortos e ao vivo que sim, eu sou facilmente impressionável e facil. Muito fácil. Rodada, vagabunda e trocentas coisas que eu ouço varias vezes, dentro e fora da minha cabeça. Eu penso assim de outras meninas também, principalmente por não entender o porque eu sou crucificada sendo que não fiz nada. Queria só sumir, pegar as coisas e ir embora. Mas alienigenas não existem. Eu acreditei por um tempo, mas eles não existem. Talvez eles pudessem me tirar desse mundo, talvez pudessem me fazer feliz. Talvez eu fosse como um macaco de laboratório, seria interessante. Em outro mundo, não nessa merda de mundo desumano. As pessoas mais merdas e quietas que eu já vi. Que gritam quando discordam, mas na hora do argumento se calam, com medo de que? Por que? Eu sou a constante "medrosa", "Egoísta", que precisa "aprender". Mas só começaram a "me ensinar", quando eu comecei a ler e aprender sozinha. Então que belos professores, tão reclusos em seus mundinhos perfeitos de "vemos tudo, porque merecemos". Ao menos eu tentei, tentei muito mesmo ensinar. Até para otários que gritaram comigo, até para otários que disseram que eu gritei primeiro, até para otários que se esqueceram de olhar para si mesmo, até para otários que esqueceram de julgar a si mesmos.
EU me julgo, o tempo inteiro, porque eu ouço juizes perfeitos da minha cidade, juizes perfeitos que se calam, enfiam merda no rabo e dizem que são buddah. Vai tomar no cu, velho, sua rima é uma piada. Sim. Sua. Rima. É. Uma. MERDA. Fim.
Espero que nenhum rapper tente mais falar comigo e tente matar a si mesmo do futuro para parar de xingar aleatoriamente pessoas em sua volta por ser um "negro super foda evoluído" Ah, vá tomar no cu, você ainda é escravo, taok? Eu sou MUITO branca e racista, taok? Mas eu admito, e agora? Eu sou ou não? Decide por mim ai ow FILHOS DA PUTA.
Bando de babaca zóio gordo em meu olho. Que né maior que o seu? É SIM, BANDO DE PAU NO CU. É MAIOR SIM. Se não fosse você nem tentava derrubar.
É isso ai, eu pergunto sobre seu Deus, sobre sua opinião, mas você nunca tem.
NUNCA.
Vai para praça, mostra a bunda e foda-se vei, vai pegar mina vagabunda mesmo véi, me chama de vagabunda porque você nunca vai conseguir uma menina que não quer mostrar a bunda pra geral COMO EU mesmo véi. Caça meus defeitos do passado mesmo, eu to falando um defeito do presente PORQUE EU NÃO TENHO UM PINTO DE 5CM AI ESCONDIDO DENTRO DO PRÓPRIO CU DE RAPPER EVOLUÍDO PORQUE FALA PALAVRAS RAPIDO. WOW. VOCÊ É FODA.
Sim, os estrangeiros são MUITO melhor com musica e foda-se. O que você tem com isso? Você ajuda a musica nacional melhorar ou só fica xingando gente mentalmente? Bem, eu só xingo gente mentalmente mesmo.
E, sim, foda-se. Eu tô mais nem ai para essa merda de país.
Eu estou
nem a.
Talvez, seu eu não tivesse nascido aqui...
Talvez...
Mas lógico, as pessoas vão continuar lendo minhas vibes mentais e rir delas, porque é muito nada a ver ele viajar e falar comigo. Sim, tem pessoas que acreditam, tem pessoas que tentam me zoar por causa disso.
Um dia eu irei ver você.
Um dia eu estarei forte o suficiente como você.
E um dia talvez eu possa cantar uma resposta, sem que ninguém mais escute ou ria dela.
Talvez isso seja para um morto porque para o vivo daria vergonha demais, talvez seja para o vivo porque para o morto seria ridiculo, talvez eu não tenha amigos, talvez eu não tenha vivido nada de diferente.
Eu sou nojenta, eu sei, eu sou uma viciada, eu sei. Eu sei.
E pronto.
Um dia, adeus;
Até lá, bom dia, caralho.
submitted by lizziehope to u/lizziehope [link] [comments]


2019.02.25 02:42 magnwn Kaguya-sama wa Kokurasetai - Episódio 7

Mais uma semana, mais um episódio de Kaguya, mais um milhão de memes, mais eu repensando minha regra de não colocar séries em execução nos meus favoritos do MAL. O que acharam do episódio?
Episódio foi fortíssimo pra mim em todas as frentes, sensacional. A adição do Ishigami #nosso_cara no conselho, além da ótima piada recorrente "Kaguya-senpai vai me matar", também vem acrescentando mais opções pro desenrolar da história, permitindo ver o Miyuki interagindo mais sem ter que manter tanto a pose de presidente que ele usa naturalmente com as meninas. Isso sem falar na cena do harisen com a Chika (que já tem versão 10h loop) e aquele humor meta otaku que a comunidade tanto adora.
Única coisa que pode ter deixado um pouco a desejar foi a tradução do último segmento, no qual uma abordagem mais liberal da equipe de tradução fez boa parte do jogo de palavras se perder completamente. Não é algo fácil, e sinceramente acho que não existe consenso no que fazer nessas horas, alguns preferindo NTs na legendas, outros só a tradução literal, ou a tentativa de achar um equivalente cultural. Ainda assim o segmento foi show, fazendo referência a episódios passados e misturando uma introdução fofa e emotiva do passado da Kaguya e da Chika com uma sequência de piadas sujas toscas hahahaha O trabalho sempre brilhante dos seiyuus me fez rir ainda mais do que quando tinha lido essa cena no mangá.
Ainda estou animado com a qualidade da adaptação, e passado metade do cour, já me encontro desejando fortemente uma Season 2. Espero que o live action não influencie negativamente nos planos para uma continuação! Até próxima semana o/
submitted by magnwn to animebrasil [link] [comments]


2017.09.25 17:29 Capetoider Sobre a Reforma Trabalhista, uma opinião.

Eu concordo com a reforma apenas em um ponto: é preciso mudar.
Mas não do jeito que está.
Como ela está hoje, é apenas mais uma das colchas de retalhos que há tempo não reflete a realidade e mesmo assim ano a ano fica mais velha, suja com buracos de traças em retalhos sendo tapados com mais retalhos.
É preciso mudar, o mundo mudou muito desde que foi feita e mesmo o Brasil mudou.
Há muito movimento sobre "Não a reforma", mas ainda quero ver alguém falando em "Vamos conversar então", ou mesmo "Aqui, está é nossa contra proposta".
Aparentemente só existem duas opções: Fica como está ou Muda como foi feito. Não há contrapontos, não querem negociar... simplesmente NÃO querem mudar e ponto final.
Há aquela velha piada popular sobre jogar xadrez contra um pombo... e pergunto: "Você respeitaria um oponente desses?" Acho que não.
Então, antes de fechar os olhos e ouvidos e apenas gritar "Não" a reforma, não seria um pouco mais produtivo se organizar e CRIAR uma nova proposta, uma NOVA OPÇÃO?
submitted by Capetoider to brasil [link] [comments]


2017.05.29 14:27 HelloMyNameIsLola O Estádio do Jamor é uma merda.

Pura e simplesmente isto.
Há a porra de um evento de futebol lá por ano, e as merdas das cadeiras estão cheias de musgo e todas sujas. Não há condições absolutamente nenhumas. Para os jornalistas e para o sr. Presidente da República é muito giro o enquadramento mas raios parta isto tudo. Das piores experiências de estádio que já tive até hoje. E já vi jogos nas distritais em não existindo cadeiras estava tudo bem mais limpo.
O Jamor já não tem piada. Mudem-se para outro lado qualquer.
submitted by HelloMyNameIsLola to portugal [link] [comments]


2017.02.28 21:17 TenhoCaraDePalhaco Violação regulamentos ensino superior e qualidade deplorável no geral

Boas noites.
Venho aqui a 4 horas duma instituição de ensino superior estar a violar os seus próprios regulamentos no que toca ao prazo de lançamento das classificações das unidades curriculares do primeiro semestre pedir-vos a vossa ajuda.
Algum contexto:
O Ensino nesta instituição tem vindo de mal a pior e a avaliação deplorável, a gota de água é quando nem os regulamentos que a própria fez são capazes de cumprir.
Eis os temas que pretendo apontar:
Abaixo indico exatamente a violação falo:
Regulamento de Frequência, Avaliação de Conhecimentos e Transição de Ano para as Licenciaturas do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra
Calendário Escolar para o ano 2016/2016 - Licenciaturas
Tirado do regulamento:
Artigo 23.º - Lançamento das classificações
1 — O lançamento das classificações de uma unidade curricular deve ser efectuado nos Serviços Académicos até à data limite fixada no calendário escolar.
Tirado do calendário escolar:
Data limite para a afixação e passagem dos termos das classificações do 1º semestre: 28/02/2017
Ora bem, devemos ser palhaços, ter cara de palhaços, eu até entendo que talvez isto seja tudo uma piada suja, a data limite é a Terça-Feira de Carnaval, Carnaval ninguém leva a mal, talvez muitos de nós até nos pintámos de palhaços, mas eu tenho quase a certeza que nada disso deve ser verdade e de palhaços só temos o que nos fazem.
Peço ajuda aos redditors do /portugal para ajudarem um colega redditor em necessidade, o que é possivel fazer neste caso claro de violação aos regulamentos da instituição?
EDIT: Para um bocado de contexto, o desrespeito a isto é tão grave que se dão ao luxo de marcar o lançamento de pautas para dia 27/02/2017, 1 dia antes da data limite e mandam mensagem nesse dia a dizer que afinal já só vai ser dia 3, 3 dias depois da data limite.
submitted by TenhoCaraDePalhaco to portugal [link] [comments]


2017.02.01 10:03 Ereboh uma bússola que não aponta para o norte.

Eu a conheci num curso,tive nossa primeira troca de olhares e palavras apenas educação com o garoto novo,nada de mais,mas não nos impediu de termos nossa grandes e errôneas primeiras impressões.
Nada de mais como sempre eu estava só de passagem,foram apenas 3 meses,mas ela foi um das poucas com quem eu conseguia ter uma conversa decente visto que ela teve uma boa educação, e mãe sempre a cobrou de mais.Todos a cercavam mas apenas para tirar duvidas sobre matérias e questões escolares afinal ela era a melhor da classe.
O tempo passou e quando comecei a frequentar a faculdade,(na terceira semana e claro)a encontrei e lembrei dela ter comentado algo sobre ter psicologia como uma das opções mas nunca imaginei que a veria de novo.Mas lá estava ela desde o primeiro dia ajudando os alunos perdidos com dúvidas e orientando os professores novos.Como era o turno da noite já que nunca tive um funcionamento diurno descente e sempre preferi noite a maioria dos colegas de turma eram mais velhos senhores pais e senhoras mães, trabalhadores e quarentões não que eu me importasse, me misturei e a "desculpa" de nos conhecermos gerou um comprimento torto e as falas obrigatórias :
"Como vai?"
"Tudo Bem?" E assim foram-se as primeiras semanas.Como sempre eu comecei a ficar muito motivado com o curso no começo e nós começamos a trocar varias ideas a respeito, e ver como éramos parecidos em diversos aspectos e opiniões sobre o comportamento humano nas principais questões psicológicas e freudianas e então algo aconteceu.
Percebi como ela era brilhante e comecei a reparar em seus ridiculamente intensos olhos azuis e seus ridiculamente grandes seios. Claro que eu já havia percebido antes só que nunca havia despertado meu interesse, afinal ela não fazia meu tipo. Já tive minha cota de devastação e hematomas mentais e físicos com lindas e inocentes donzelas de olhos azuis e risos delicados.Ela era muito educada, não bebia nem fumava era a primeira a chegar eu sempre o último. Saia direto pra casa, e eu direto para o bar, poucos amigos pra não dizer nenhum e eu sempre rodiado de rostos queridos ou não.
Mas algo começou a acontecer, uma piada suja aqui e ali,um comentário maldoso escapava uma risada baixa sobre o questionamento ridículo que a garota do fundo da sala fez sobre opção sexual.
E quando me dei conta la estava aquele arrepio na nuca e o calor na garganta a grande tensão sexual entre nós.Viramos confidentes um do outro eu dizia com quem tive minha última briga e quantas doses foram no final de semana, enquanto ela me falava que o namorado não conseguia e deixar confortável a ponto de consumar o desejo e que a virgindade já era um grande elefante branco entre eles. Falava sobre os ódios e mal entendimentos com meu pai e ela, como a mãe era rígida e uma exemplo de integridade escolar.
Um período se passou minha nota e a dela foram as melhores da turma, então os professores nos fizeram trabalhar em diversos projetos juntos e a tensão sexual aumenta e começamos a falar besteiras sobre consumar algo juntos, mas são palavras vazias eu acho.
Junho. Meu aniversario,ela diz que vai me dar um presente algumas semanas antes,sempre fui paciente e nunca me importei muito com isso, tanto que esqueço a respeito. Meus amigos vão fazer uma festa. Ela me da o presente um dia antes já que sabe que não vai me ver pelos próximos 3 dias. É uma bussola para colocar no meu chaveiro, e bem feita nunca vi algo do tipo, muito menos já havia recebido algo parecido, mas o grande toque que ela enciste em querer passar vem no final quando a viro vejo que esta entalhado atrás da bussola, "Foco" a data de meu aniversario e um grande "A" de sua inicial e ela me diz:
"Foco e tudo que você precisa meu querido"
Fico meio sem palavras mas agradeço, digo o quanto gostei e pergunto quanto devo a ela.
Ela diz que posso pagar com um beijo.
É o que faço.Sem pudor ou preparo no meio do patio, com nuvens nubladas e escuras a cima de nós. Dando uma promessa de tempestade para mais tarde.
É suave,simples e de despedida não tenho planos de ficar, tenho que estar em outro lugar.
Seus lábios são mais macios do que eu imaginei que seriam, mais frios também.
Ela solta uma risada suave e fica surpresa, mas não demonstra mas, seus grandes e desnecessariamente azuis olhos brilhantes gritam em direção aos meus.
"Te vejo outro dia".Eu falo.
"Tchau". Ela diz. O meses se passam. Tivemos momentos bons e ruins, os bons envolvendo nossos lábios colados e piadas sujas, os maus sobre ela reprovando diversos de meus comportamentos e preocupada sobre mim.
A relação se esvai e se esfria, apenas intimidade de obrigação já que não nos trataríamos como estranhos afinal sabíamos de mais. Ela me conhece mais do que eu gostaria, e sabe que não vou parar por ela.
Não me pediria para parar. Ao invés ela me pede pra fazer o que o namorado não consegue.
Eu recuso.
Já a marquei de mais, dei a ela o primeiro gosto do álcool, o primeiro beijo com sangue na boca, o primeiro cigarro, e a levei para fazer a primeira tatuagem. Deuses ela não pertence a esse mundo!
Meu mundo.
Eu a evito drasticamente, passo direto, não dou atenção.
Ela entende, e não me procura mais.
Fim das aulas e natal.
Ela me chama para passar com ela.
Eu recuso.
Não lembro mais de sua voz nem seu cheiro.
Primeiro de fevereiro hoje faz 2 anos desde que a vi pela primeira vez. Não acho meu chaveiro de jeito algum, e depois de muito procurar encontro largado num canto da sala sem saber como foi parar lá.
A bussola não funciona mais. Não tem foco, não aponta para o norte. Apenas gira sem direção e aponta para onde quer. Eu lembro dos olhos azuis, mas eles estão mais claros agora mais cinzas.
Como nuvens de um dia nublado.
submitted by Ereboh to EscritoresBrasil [link] [comments]


2016.04.19 07:50 DopestTrip A verdade sobre o impeachment e a modinha do brasileiro engajado

Um pouco longo mas vale a pena
Fonte: http://www.apenasfatos.com/eleitor-a-culpa-e-tua-verdades-sobre-o-impeachment/
Hoje na câmara dos deputados foi aprovado o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Roussef. A contagem foi de 367 votos favoráveis contra 137 contrários.
Enquanto milhões comemoravam esta vitória da democracia brasileira, milhões gritavam injustiça. E assim temos um Brasil dividido pela corrupção, traição partidária e uma mídia suja e comprada. O povo, que chora ou comemora, hoje não ganhou nada. Fantoches em uma briga de gigantes com ambição de assumir ou manter o poder da oitava maior economia mundial. E nós, brasileiros, como sempre somos vítimas deste jogo político. Nós, como sempre, apontamos os dedos à nossos companheiros de pobreza e culpamos as pessoas erradas.
Se somos direitistas culpamos esquerdistas por 13 anos de corrupção. Se somos esquerdistas, culpamos direitistas e gritamos golpe! Se somos classe média, culpamos a classe baixa por viver de esmolas governamentais. Se somos da classe baixa, culpamos a classe média por querer derrubar um governo que tirou milhões da extrema miséria. Se somos negros, culpamos os brancos e vice-versa. O apontar de dedos é interminável. Porém na hora da eleição, ninguém sabe nem o número dos candidatos em que vão votar. O brasileiro não estuda candidatos e nunca exige partidos e candidatos de ficha limpa.
Mas brigamos no facebook, brigamos nas ruas, invadimos terra, pedimos a volta da ditadura militar, tocamos fogo em carros e bloqueamos estradas. Nós assistimos a Globo (que por alguma razão agora se importa com a corrupção), como se a votação fosse um BBB, onde deputados citam suas famílias e agradecem a Deus, cospem, gritam, cantam o hino brasileiro e usam a oportunidade para garantir sua reeleição nas urnas. Acima de tudo, esquecemos quem são os verdadeiros vilões deste reality show.
Brasil, acorda. A mídia não está do teu lado. Esta mídia é suja, comandada por somente algumas famílias de magnatas, que flutuam da esquerda pra direita, sempre aonde o pote de ouro é mais gordo. A Globo, que apoiou a ditadura e faturou milhões em cima de nosso sofrimento, é a mesma emissora que apoiou Lula e Dilma por doze anos. Esta mesma emissora que hoje apoia a queda dos corruptos que ela ajudou a eleger, e que obviamente lucrou milhões no processo. Não caia nessa de que se a esquerda for derrubada o país vai sair ganhando. A mídia comprada tenta nos convencer de que a ESQUERDA ou a DIREITA são a solução de todos nossos problemas, mas ambas não significam nada. São termos usados para nos confundir e fazer com que percamos foco.
Acorda Brasil, político hoje está fazendo a festa. De todos os lados, ofertas de compra pelos seus votos, eles não estão nem aí para vocês nas ruas pedindo o fim da corrupção. Aqueles mesmos que gritaram contra a corrupção hoje na televisão, há poucos dias atrás estavam leiloando votos.
Se cada pessoa que saiu às ruas hoje, contra ou a favor do impeachment, se cada pessoa que apoia a esquerda ou direita e que hoje chora ou comemora, tivesse pensado um pouquinho mais antes de votar, nós não teríamos que derrubar um político corrupto para colocar outro. Se você votou na Dilma, você também votou no Temer. Isto é fato. Não reclame ou grite golpe, porquê você é responsável também. E se não votou na Dilma, votou em quem? No Aécio? Mas que piada.
Agora, nosso Brasil certamente não têm nada a ganhar. Por mais que sejamos a favor ou contra o impeachment, por mais que acreditemos que políticos corruptos devem ser depostos democraticamente, vamos ser realistas: o Brasil perde com a continuação deste governo ou não.
O impeachment é um processo democrático. E é uma maneira do povo redimir seus erros nas urnas. Portanto não podemos gritar golpe. O brasileiro também não deve brigar por partidos ou por políticos. O brasileiro dever brigar por uma REFORMA política, para que possamos corrigir nossa democracia e constituição. Há democracias ao redor do mundo que funcionam e possuem um mínimo de corrupção. Políticos corruptos caem e o povo vota consciente. Lá, candidatos sem ficha limpa ou rodiados por escândalos nunca teriam chance alguma de se eleger. O dia que pararmos de brigar por partido, e sim brigarmos contra a corrupção é que estaremos na direção certa.
De certa forma o impeachment nos entristece. Muitos brasileiros mostraram engajamento político pela primeira vez na vida em 2016. Parece que finalmente acordaram, mas pelo contrário: assim como modinhas que vão e vêm, a modinha do iphone, a modinha do créu e a copa do mundo, ser engajado agora virou moda.
Estes novos engajados vêem o PT como o único partido corrupto e acreditam que tudo vai se resolver assim que a Dilma cair. Mágico. E logo após, voltarão à normalidade de suas vidas, pagando 50% de impostos para um governo que nada lhes retorna. Porém desta vez com a ilusão de terem vencido, de que vai ficar tudo bem.
Não vai. A classe média vai continuar sofrendo como sempre e bancando a economia brasileira. E a classe baixa vai ter que se contentar com esmolas ou com miséria, sendo escrava de um governo que não lhes proporciona educação ou oportunidade. Não se iludam! Estas bolsas vieram para te escravizar. “Queremos emprego, queremos investimento em educação e saúde” é o que deveríamos gritar.
Vamos parar de apontar dedos ao brasileiro do nosso lado. Ao brasileiro que veste vermelho ou ao brasileiro que grita impeachment. Vamos parar de apontar dedos ao brasileiro que pensa diferente, mas que sofre tanto quanto nós. Não podemos flutuar de extremo para extremo e brigar por partidos ou por direita e esquerda. Temos que brigar em 2018 por um candidato decente. Por uma reforma política e uma constituição a favor do povo, onde políticos corruptos são condenados e banidos politicamente. Rumo à práticas políticas que promovam o progresso da economia e do país. Sem nos iludir com Marxistas ou Militaristas, porque ambos só serviriam para atrasar nosso progresso.
O problema está em você eleitor, que aceita esta política de pão e circo, e se aquieta, confiante de que se teu lado (esquerda ou direita) está no poder, então tudo está resolvido.
submitted by DopestTrip to brasilivre [link] [comments]


2016.04.19 07:40 DopestTrip A verdade sobre o impeachment e a modinha do brasileiro engajado

Meio longo mas vale a pena ler
Fonte: http://www.apenasfatos.com/eleitor-a-culpa-e-tua-verdades-sobre-o-impeachment/
Hoje na câmara dos deputados foi aprovado o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Roussef. A contagem foi de 367 votos favoráveis contra 137 contrários.
Enquanto milhões comemoravam esta vitória da democracia brasileira, milhões gritavam injustiça. E assim temos um Brasil dividido pela corrupção, traição partidária e uma mídia suja e comprada. O povo, que chora ou comemora, hoje não ganhou nada. Fantoches em uma briga de gigantes com ambição de assumir ou manter o poder da oitava maior economia mundial. E nós, brasileiros, como sempre somos vítimas deste jogo político. Nós, como sempre, apontamos os dedos à nossos companheiros de pobreza e culpamos as pessoas erradas.
Se somos direitistas culpamos esquerdistas por 13 anos de corrupção. Se somos esquerdistas, culpamos direitistas e gritamos golpe! Se somos classe média, culpamos a classe baixa por viver de esmolas governamentais. Se somos da classe baixa, culpamos a classe média por querer derrubar um governo que tirou milhões da extrema miséria. Se somos negros, culpamos os brancos e vice-versa. O apontar de dedos é interminável. Porém na hora da eleição, ninguém sabe nem o número dos candidatos em que vão votar. O brasileiro não estuda candidatos e nunca exige partidos e candidatos de ficha limpa.
Mas brigamos no facebook, brigamos nas ruas, invadimos terra, pedimos a volta da ditadura militar, tocamos fogo em carros e bloqueamos estradas. Nós assistimos a Globo (que por alguma razão agora se importa com a corrupção), como se a votação fosse um BBB, onde deputados citam suas famílias e agradecem a Deus, cospem, gritam, cantam o hino brasileiro e usam a oportunidade para garantir sua reeleição nas urnas. Acima de tudo, esquecemos quem são os verdadeiros vilões deste reality show.
Brasil, acorda. A mídia não está do teu lado. Esta mídia é suja, comandada por somente algumas famílias de magnatas, que flutuam da esquerda pra direita, sempre aonde o pote de ouro é mais gordo. A Globo, que apoiou a ditadura e faturou milhões em cima de nosso sofrimento, é a mesma emissora que apoiou Lula e Dilma por doze anos. Esta mesma emissora que hoje apoia a queda dos corruptos que ela ajudou a eleger, e que obviamente lucrou milhões no processo. Não caia nessa de que se a esquerda for derrubada o país vai sair ganhando. A mídia comprada tenta nos convencer de que a ESQUERDA ou a DIREITA são a solução de todos nossos problemas, mas ambas não significam nada. São termos usados para nos confundir e fazer com que percamos foco.
Acorda Brasil, político hoje está fazendo a festa. De todos os lados, ofertas de compra pelos seus votos, eles não estão nem aí para vocês nas ruas pedindo o fim da corrupção. Aqueles mesmos que gritaram contra a corrupção hoje na televisão, há poucos dias atrás estavam leiloando votos.
Se cada pessoa que saiu às ruas hoje, contra ou a favor do impeachment, se cada pessoa que apoia a esquerda ou direita e que hoje chora ou comemora, tivesse pensado um pouquinho mais antes de votar, nós não teríamos que derrubar um político corrupto para colocar outro. Se você votou na Dilma, você também votou no Temer. Isto é fato. Não reclame ou grite golpe, porquê você é responsável também. E se não votou na Dilma, votou em quem? No Aécio? Mas que piada.
Agora, nosso Brasil certamente não têm nada a ganhar. Por mais que sejamos a favor ou contra o impeachment, por mais que acreditemos que políticos corruptos devem ser depostos democraticamente, vamos ser realistas: o Brasil perde com a continuação deste governo ou não.
O impeachment é um processo democrático. E é uma maneira do povo redimir seus erros nas urnas. Portanto não podemos gritar golpe. O brasileiro também não deve brigar por partidos ou por políticos. O brasileiro dever brigar por uma REFORMA política, para que possamos corrigir nossa democracia e constituição. Há democracias ao redor do mundo que funcionam e possuem um mínimo de corrupção. Políticos corruptos caem e o povo vota consciente. Lá, candidatos sem ficha limpa ou rodiados por escândalos nunca teriam chance alguma de se eleger. O dia que pararmos de brigar por partido, e sim brigarmos contra a corrupção é que estaremos na direção certa.
De certa forma o impeachment nos entristece. Muitos brasileiros mostraram engajamento político pela primeira vez na vida em 2016. Parece que finalmente acordaram, mas pelo contrário: assim como modinhas que vão e vêm, a modinha do iphone, a modinha do créu e a copa do mundo, ser engajado agora virou moda.
Estes novos engajados vêem o PT como o único partido corrupto e acreditam que tudo vai se resolver assim que a Dilma cair. Mágico. E logo após, voltarão à normalidade de suas vidas, pagando 50% de impostos para um governo que nada lhes retorna. Porém desta vez com a ilusão de terem vencido, de que vai ficar tudo bem.
Não vai. A classe média vai continuar sofrendo como sempre e bancando a economia brasileira. E a classe baixa vai ter que se contentar com esmolas ou com miséria, sendo escrava de um governo que não lhes proporciona educação ou oportunidade. Não se iludam! Estas bolsas vieram para te escravizar. “Queremos emprego, queremos investimento em educação e saúde” é o que deveríamos gritar.
Vamos parar de apontar dedos ao brasileiro do nosso lado. Ao brasileiro que veste vermelho ou ao brasileiro que grita impeachment. Vamos parar de apontar dedos ao brasileiro que pensa diferente, mas que sofre tanto quanto nós. Não podemos flutuar de extremo para extremo e brigar por partidos ou por direita e esquerda. Temos que brigar em 2018 por um candidato decente. Por uma reforma política e uma constituição a favor do povo, onde políticos corruptos são condenados e banidos politicamente. Rumo à práticas políticas que promovam o progresso da economia e do país. Sem nos iludir com Marxistas ou Militaristas, porque ambos só serviriam para atrasar nosso progresso.
O problema está em você eleitor, que aceita esta política de pão e circo, e se aquieta, confiante de que se teu lado (esquerda ou direita) está no poder, então tudo está resolvido.
submitted by DopestTrip to brasil [link] [comments]