Como pegar caras com pegar linhas

A partir de como você se comunica com algo tão simples como sorrir é importante quando se trata de pegar uma menina. Dê-lhe olhares regulares, mas olhando para ela é um grande não. Além disso, resmungando não é aceito aqui, de forma prática em como falar sem hesitar. Incline-se um pouco, se você está muito mais alto do que ela. E de vez e outra pegar 2, uma com 11 e outra com 12, ou 11-13, ou 12-13, ou 11-11!!! ... exatamente faltando os dois pontos a menos dos 9 regulamentare dos 60%, e acertei 4 das 5 ausenres q escolhi porq os caras sortearam 8 das ausentes do 1911 , quando sae fora dos 60% ja era ... Como havia dito antes, essas 3 linhas não são fixas, para cada ... Vídeo: Como Pegar Mulheres Usando 4 Perguntas Simples Pegando uma mulher é uma arte e você precisa ser um artista para pegar uma mulher. Existem várias maneiras pelas quais você pode facilmente escolher qualquer mulher e pedir-lhe para fora. 100 pegar linhas para meninas para usar em caras. 0 2 0. Read Later Share. Nós não estamos presos na década de 1950 mais senhoras! Quando você está na cidade e um cara esperto chama sua atenção, cabe a você dar o primeiro passo. ... Com linhas como esta, você está mostrando a ele o que você quer e fazendo o seu movimento. 10. Você ... Aqui estão 20 dicas à prova de falhas de como pegar garotas. Pode ser difícil para os caras que querem conhecer garotas para saber por onde começar. Alguns caras parecem ser naturais quando se trata de saber como pegar garotas, mas se você é um pouco tímido, ou um pouco menos autoconfiante, pode parecer uma experiência estressante. Eu vi mulheres literalmente revirar os olhos para homens que experimentaram essas falas. Há realmente uma arte em pegar mulheres. Aprenda como funciona ou então suas linhas não funcionarão. Então, é hora de você aprender algumas falas super suaves que vão impressionar * quase * qualquer garota que você abordar. Como usar uma linha de ... Realmente isso é bem confuso, no começo penei pra pegar todas essas coisas. Esse método de pegar o campo no dataset funciona para eventos de formulário e para criação de datasets, com o tempo você pega isso. — Matheus 05 de Oct de 2018 Como Desenhar um Rosto. O rosto é a parte mais básica do corpo humano, e ele pode expressar diversas emoções. Em desenhos ou pinturas de pessoas, a face geralmente é o principal ponto focal, então cada traço tem uma grande importância na... Como Desenhar Rostos Humanos. Desde os tempos mais antigos, as pessoas têm passado um bocado de tempo tentando capturar a essência do rosto humano. Enquanto nossos corpos acrescentam dinamismo às obras de arte, o rosto é repleto de... Para usar, haga clic en él y haga clic con el botón derecho Copiar luego ? Pegar donde quiera usarlo.

Precisava desabafar

2020.10.14 06:16 Pitiful-anonymous Precisava desabafar

Um cadarço, Bukowski, a porra de um cadarço! A loucura à espreita, uma vela cesa pra queimar a mente. A loucura só é um problema se se ambiciona uma sociedade normatizada. Não há espaço para todas as vivências. Encontre um lugar pela poesia, encontre um lugar pelo rep, encontre um lugar pelo ritmo. Abaixo disso só há a loucura não-permitida de se viver. Não seja inconstante e nem inconsistente, vão te pegar na próxima linha mal escrita. Na fala sem lugar, nas palavras sem contexto e não haverá respeito além de pena e piedade. Minha toalha molhada é meu manto, consequência da panela de pressão que não explodiu; meu chuveiro que queimou. Uma poesia por um chuveiro? Eu não poderia fazer uma para cada erro em um acúmulo de semanas ou meses. Eu mal quero fazer para agora. Mas seguir acumulando é me dirigir a uma morte prematura. E tenho medo do álcool agora, só me resta encarar uma realidade merda e esperar que alguma hora, um de nós se levante e a cara feia do outro não seja vista com tanta definição. Quando esgoto minhas fantasias, minhas possibilidades de fuga e preciso desesperadamente, será que me atrevo a apertar para publicar tudo e poder cair no esquecimento, poder viver sem a pretensão das expectativas dos outros? Que pergunta longa, que dia que não acaba, até a lua vem e vai, o Sol também, e essa porra não acaba, essa continuidade sem fim, esses fins sem fim, esses enfins sem fins, porra de poesia...! Pra que um parágrafo novo se a poesia deste já me abre a possibilidade de continuar aqui? Não acendo um cigarro, mas uma vela, dois cancerígenos. Se eu botasse álcool no carro diria "ele bebe por mim", mas não é possível vicariamente escrever, o que acaba com meu querer de que alguém viva por mim. Eu já estive aqui antes, nessa bagunça, nesse lixo fedendo... na luz absorvendo toda a minha visão. Mas agora tenho um corpo e quase me sinto no impulso de viver. Como é escuro na circunferência da vela. O que me diferencia do amador que eu era antes ou dos muitos que escrevem nesse mesmo estilo? Nada. Pontes retas de luz da vela ao meu nariz. Nossa inspiração é a mesma, nossas angústias são as mesmas, mas não encontramos nada que seja compartilhado entre nós, eu e todos esses que generalizo como eu também existo dentro das generalizações deles. E nenhuma frase que eu possa escrever de nenhuma maneira seria mais original que o todo que o mundo escreve. Senti um pouco de originalidade aqui. Mas queremos todos sermos escritores, todos somos sem leitores e eu não quero ser mais um fracassado como vocês que têm medo de dar dois passos fora de casa e acham que as intelectualizações de seus mecanismos de defesa é um bom parâmetro para julgar meio mundo e a outra metade. Eu não quero escrever dez mil metáforas diferentes para descrever a mesma ansiedade e a mesma depressão, o mesmo vazio que enche o saco da vida de vocês e da minha. Mas por mais que eu viva, por mais que eu faça, nossa escrita vai sempre ser igual. Nossos textos também. O brilho que poderia haver, alguém já escreveu antes da gente. Ser original? Não tente. Faça o que vende se querem ser escritores, coach de rede social; ou sejamos só porcos na lama com pérolas que nos coloca de ridículo a vida. Eu não quero ser escritor, eu só não quero ser como vocês.
submitted by Pitiful-anonymous to rapidinhapoetica [link] [comments]


2020.10.10 17:51 wilhelm_g Premium de entrada: Audi, BMW, Mercedes-Benz ou Volvo?

Olá pessoal, Antes de mais nada espero que estejam todos bem nesses tempos loucos. Tenho 33 anos, e no meu aniversário do ano que vem, gostaria de me dar de presente um automóvel premium de entrada. Antes que alguém venha fazer julgamentos, comecei a trabalhar aos 15 anos, e sempre adorei carros, portanto sabia que um dia minha hora ia chegar. Tenho três modelos em mente e um quarto da lista que não considero tanto, estou aberto a sugestões. Minha dúvida é quanto a manutenção, revenda, tecnologia embarcada, segurança (pegar estrada tranquilo), seguro e etc. Qual desses você escolheria, mod. 2020/2021: (preços estimados)
A Mercedes é a mais cara, mas acredito que tenha melhor revenda daqui uns 4 a 5 anos. A Audi vai sair de linha com esse A3 em breve, e acredito que terá promoções ano que vem, além de ter um motor bem conhecido no mercado, portanto de fácil manutenção. Volvo não sei, a Momentum de entrada é o maior carro, a Inscription seria melhor por ter mais equipamentos, mas o preço fica pra cima dos 200k se não me engano, fora que Volvo deve ser complicado de passar pra frente depois. A BMW seria a minha escolha, um carro econômico e urbano, seguro e com bom acabamento, como é um modelo novo, a Série 1 totalmente renovada, não sabemos de problemas crônicos ainda.
Qual o veredicto de vocês? Estou aberto à sugestões.
Obrigado
submitted by wilhelm_g to carros [link] [comments]


2020.09.10 23:51 Helamaa 😳👉🏻👈🏻

a carência tá imoral e eu tô procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥️ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.09.04 04:07 Kl111w Não tenho vontade de "pegar" ninguém (🛑ALERTA DE TEXTO GRANDE🛑)

Pois é, 16 anos; e que bela bosta de 16 anos. Eu queria fazer mais uma espécie de desabafo, mas isso vou fazer em outro sub-reddit, aqui vou dar mais um resumão. Tenho problemas, na justiça com meus familiares e comigo mesmo; minha auto estima é muuuuuito baixa, e sou extremamente tímido (porém quando estou com amigos perto, eu estranhamente passo a ser extrovertido). Bom, nunca beijei ou transei, ou fiz qualquer coisa "jovem" se é que eu posso falar assim; sabe aquele cara, isolado, que fica no fundo da sala que quando você olha pra ele percebe que ele está em uma linha tênue entre prestar atenção na aula e completo desinteresse? EU sou esse cara. Bom, tenho amigos de 14 anos que já beijaram, transaram e etc..., eu sei o que você está pensando (não eles não colocam pressão em mim para eu fazer essas coisas), por incrível que pareça quem põe é minha IRMÃ; ela tem 13 anos e é a pessoa mais extrovertida que eu conheço, ela passa praticamente o dia inteiro fora de casa com amigos e etc...(moro em Portugal, é normal isso por aqui, tem uma espécie de praça gigante atrás do meu prédio), e ela já pegou não sei quantas pessoas, pra vocês terem uma ideia ela tem um fucking VÍDEO no celular dela, dela aos beijos com uma garota (minha mãe é lésbica, por isso esse tipo de coisa e conversa nunca foi tabu aqui em casa), e a mais ou menos uns 3 dias atrás ela me perguntou se eu já tinha beijado, transando e essas coisas, eu falei que não e ela começou a me zoar dizendo que eu não sei aproveitar a vida e tals; foi a mesma coisa em um aniversário passado que teve em que me foi oferecido bebida alcoólica e eu recusei, e minha irmã começou a falar pra eu passar a viver e aproveitar as coisas e etc, etc, etc...). Mas sendo sincero nessa coisa de se "pegar" e transar e tals; eu simplesmente não me vejo nesse mundo, eu vejo realmente como algo impossível pra mim, algo que eu nunca vou conseguir agarrar com as duas mãos e dizer "eu faço parte disso" (não foi uma analogia muito boa, eu sei); mas sei lá eu vejo pessoas namorando e se pegando e... sendo sincero? Parece tudo tão fútil, tudo tão superficial sem nada realmente profundo, eu não consigo explicar. Eu devo dizer que nunca genuínamente me apaixonei por alguém, nunca olhei pra uma pessoa e disse algo do tipo: "Nossa, eu quero muito pegar essa daí", não entra na minha cabeça; a única palavra que eu encontro pra definir o do porque eu não querer algo do tipo é que parece superficial, eu não sei explicar direito, desculpe. Mas eu sempre tenho mais meus olhos pra mulheres, já me perguntei se sou gay, assexual ou algo do tipo, mas eu sinto lá no fundo que não. Não sei também se é preguiça de tentar pegar alguém, ou só insegurança. Olha, acho que me empolguei um pouquinho escrevendo isso daqui, desabafar no anonimato para pessoas desconhecidas e muito emocionante kkkkk. Bom, de qualquer forma duvido que alguém tenha lido até aqui, se sim, desculpa pelo texto enorme...
submitted by Kl111w to sexualidade [link] [comments]


2020.08.02 07:31 Cledosvaldo123 Meu "ex-amigo" me surpreende

Bem, esse cara consegue atingir níveis de imaturidade que bem, vocês vão descobrir, chega a ser cômico. Tudo começa com o início da quarentena, antes disso nosso convívio era semi tranquilo, alguns atritos ocorriam mas nada de mais, me divertia com ele. Depois do começo da quarentena, parecia que eu falava com outra pessoa toda vez que eu entrava call com ele e outros amigos, ele xingava todo mundo (ele dizia ser brincadeira, mesmo falando com um tom bem agressivo) e mesmo a gente mandando ele dar uma segurada, ele continuou com essa atitude.
Depois disso, um amigo próximo meu começou a entrar na call, e jogar junto com a gente, ele queria montar um PC e ia pedindo ajuda pra gente sobre o que pegar e blá blá blá. E toda vez que ele dava a opinião dele, automaticamente a de todos estavam erradas, era literalmente impossível debater com ele, ele nunca podia estar errado. E então as coisas foram se acumulando depois desse ponto... Todo dia era ele falando merda (comentários extremamente imbecis), xingando a gente e nunca estando errado, e eu só segurando a onda. Até pq ele sempre regia muito mal a qualquer coisa, sem contar que ele é aquele tipo de pessoa que é da linha de pensamento de "homem bruto" (se tu já ouviu isso tu sabe a merda que é), vulgo a pessoa não pode demonstrar apreço por outro homem que convive com ele, fica falando de arma, carro e se paga de pegador. Então se eu chegasse e falasse como eu me sentia, ele ia só me xingar e tentar se defender, nada ia mudar (já tentei antes e ele não mudou nada, só piorou)
Até que o estopim foi uma coisa totalmente sem sentido, e é aqui que você vai pensar "Meu Deus, isso é briga de crianças" mas não, a gente tem 17 anos. Ele foi jogar Minecraft com meus amigos, e todos eles estavam numa boa jogando, mas ele era o que tinha mais recurso mais rápido o que meus amigos estranharam, e eles descobriram que ele estava usando bug pra ficar mais forte que eles mais rápido... Meus amigos ficaram putos e foram falar com ele, e ele ficou negando e xingou eles (eu não tava jogando com eles pq não tava na pira de jogar Minecraft) falou que jogava a 10 anos o jogo e que não precisava disso pra jogar, mas meus amigos tinham gravado o bug que ele usou e falaram "Olha isso aqui" e aí ele admitiu, meus amigos xingaram ele, ele ficou putinho, kitou de todos os grupos que ele tava com a gente e bloqueou todo mundo, inclusive quem não tinha nada a ver.
Eu fiquei brevemente triste quando vi, conhecia ele a 4-5 anos já, mas percebi que era o melhor, até que hoje ele desbloqueia todo mundo pra postar uma indireta falando "Cuidado com quem tu considera amigo, pq as pessoas tão cheias de crocodilagem" eu desabei rindo disso. No final ele conseguiu culpar a gente por ele ter feito merda e não ter a "humildade" de vir conversar com a gente.
É isso a história, agradeço por ler até aqui, tenha um bom dia, ou uma boa noite.
submitted by Cledosvaldo123 to desabafos [link] [comments]


2020.07.13 19:12 HazzenHD Preciso desabafar sobre minha vida(Esposa e filho)

Moro no interior de SC, tenho 22 anos e uma filha de 7 meses.

Acompanho todas os desabafos aqui e muitas vezes fico com vontade de comentar, porém escrevo muita coisa,fujo do assunto as vezes, acabo apagando tudo e depois fico com peso na consciência ..
Problema 1:
Trabalho num escritório que todos tem mais de 10 anos de empresa e ganham mais do que o dobro do meu salário(ok eu tenho um pouco mais de 2 anos de empresa), porém as vezes fico indignado como o pessoal não pensa a longo prazo, não quer se envolver para fazer melhorias, apenas fazer o diário e é normal pegar pessoas no whatsapp, lendo jornal, porém quando é solicitado para fazer alguma atividade leva tempo e o gerente parece seguir a mesma linha, parece que se eu falar de alguém para ele, não levará a nada..
Estou em alguns projetos que dependem dessas pessoas porém o projeto não anda por que elas não desenvolvem suas atividades e eu sou cobrado..
Isso me deixa muito puto, sinto que deveria ser mais valorizado pelo que eu faço, porém buscar outro emprego não é opção agora.
Problema 2:
Desde que minha filha nasceu, decidi que ela não iria trabalhar tão cedo e ia cuidar da casa e da filhota, porém é normal eu chegar em casa e ver que está tudo uma bagunça( e quando eu cobro, parece que eu sou o erro e ela fica de cara fechada o resto da noite) e que provavelmente ela ficou vendo série e vendo tik tok o dia todo, eu queria que ela fosse trabalhar(pandemia tá ferrando também), assim acredito que ela entraria nas responsabilidades e saberia administrar seu dinheiro e não achar que tudo é fácil quando quer as coisas para min. Nem transar mais eu tenho vontade, já fazem alguns meses e ela é uma mulher interessante, mais a falta de responsabilidade e interesse nas coisas me deixam mal, as vezes penso em ficar no escritório mais umas horas para não aturar..
Posso dizer que ganho pouca coisa menos que 2 salários mínimos, porém é do meu dever pagar, dentista para ela, energia, mercado, gasolina para min ir trabalhar, IPVA, netflix, remédios, fralda e tudo mais, no final das contas é difícil eu conseguir guardar alguma coisa para emergência ou mesmo eu desfrutar de alguma coisa e se eu reclamo que ela gasta muito, é o mesmo drama de quando peço para ela limpar a casa.

Sinto que tenho dever de cuidar da minha filha e ela quase não me da gasto, porém minha esposa todo dia é uma dor aqui uma dor ali, queria que eu comprasse uma cinta para correção de postura, sushi final de semana e não sei o que, cara eu fico maluco, parece que ela não da valor no meu dinheiro, acha que tem uma fonte de grana.
E tenho 100% de certeza que eu sozinho sou muito mais organizado que ela, para fazer um almoço ela deixa as coisas tudo em cima da mesa depois que usa, passa na frente e parece que não vê..

Realmente eu sei que eu casei mal, casei mal por que to seguindo a obrigação de ser pai e não abandonar minha filha, não era para ter esse filho, porém aconteceu, eu vacilei e agora tenho que pagar, mais sinceramente, acho que não vou aguentar mais um ano do lado dessa pessoa, eu acho que se eu pagar metade do meu salário em pensão eu vou viver mais tranquilo do que morando junto.

Eu sei que escrevi demais, porém faz tempo que guardo isso para min e vivo aflito, a única coisa que me tira do sério um pouco é jogar alguns jogos e dormir. Nem tenho mais vontade de lavar o meu carro que eu lavava duas vezes por semana, agora é uma vez no mês e olhe lá.
submitted by HazzenHD to desabafos [link] [comments]


2020.07.12 18:56 anxrr Mais uma manhã

Finalizando mais uma manhã com uma invasão de bike em propriedade privada com os meus manos, após executarmos a nossa rotina de Nofap + Banho Gelado + MGTOW + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + acordar todo dia 4 da manhã + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra.
submitted by anxrr to copypastabr [link] [comments]


2020.06.26 02:49 armandojorge A flexibilidade do home office e o custo de vida nos grandes centros

Muitas pessoas migram das mais variadas regiões do país para os grandes centros, sobretudo para SP e RJ, exclusivamente por causa do trabalho. Isso ocorre no mundo inteiro e é natural, pois são os locais onde historicamente se concentram as melhores empresas e salários. Ocorre que, ao assumir um ótimo cargo numa grande empresa, vem junto o pacote cidade grande: aluguéis caros, trânsito caótico, violência, alto custo de vida em geral etc.
Quem está aposentado hoje provavelmente viveu esta situação, trabalhando a maior parte da vida na mesma empresa, sem ter possibilidade de voluntariamente mudar de cidade, pois precisava estar no escritório de segunda a sexta para “bater cartão”.
Hoje porém, com esse negócio de pandemia, um novo cenário se apresenta. Se antes do coronavírus muitas empresas vinham sinalizando com a possível adoção em larga escala do home office, agora já admitem implementar essa modalidade de trabalho de forma permanente:
“73,8% das empresas pretendem implementar a prática de forma permanente no Brasil”
"Adotado no susto, home office será permanente nos bancos — Jornada remota de funcionários se revelou mais produtiva e econômica"
De acordo com essas pesquisas, muitas empresas estão colocando na ponta do lápis os benefícios de economizar com aluguéis, energia, internet, limpeza, segurança etc...
Assim como para a empresa, essa discussão começa a fazer sentido para pessoas que deixaram a cidade natal por causa do trabalho e hoje se veem com a chance de não apenas poderem escolher o bairro que vai morar, mas também a cidade, pois não mais precisam definir sua moradia em função da logística do trabalho.
A logística da locomoção casa-trabalho é um quesito de enorme valor na escolha de um imóvel, pois reflete diretamente na qualidade de vida das pessoas.
Um exemplo: para quem trabalha no Centro do Rio de Janeiro, morar na Zona Sul é logisticamente ótimo. Com 15 minutos de metrô você está no seu trabalho, mas para isso precisa arcar com aprox. R$ 5000 reais de aluguel num imóvel de 60 metros quadrados. Se tiver que pagar escola pro filho na mesma região é coisa de R$ 3000, e por aí vai…
Imaginem também o cara que de "grão em grão" está chegando perto dos 1.5 mi necessários para comprar à vista um bom ap na Zona Sul e de repente torna-se real a possibilidade de comprar um imóvel com as mesmas características (ou até melhor) numa cidade desenvolvida do interior gastando 1/3 desse preço.
Um custo de vida menor refletiria em um aumento considerável dos aportes mensais na busca pela tranquilidade financeira futura. Ainda teria as questões intangíveis, como poder voltar para a cidade natal e ficar perto dos "coroas" que estão envelhecendo longe dos filhos e dos netos (para quem tem crianças).
Obviamente são escolhas subjetivas, que envolvem inúmeros fatores emocionais, mas uma discussão racional talvez seja válida para esse grupo de pessoas cujos trabalhos são passíveis de serem executados remotamente.
Sobre o home office em si, me parece incontroverso que:
  1. há ganho de produtividade para qualquer atividade que exija concentração; porém, também é verdade que interações sociais são indispensáveis para manter os laços de confiança, a cultura da empresa e promover a criatividade. Então o modelo ideal talvez seja o híbrido, com pelo menos alguns encontros pessoais periódicos, de acordo com a necessidade e o perfil da empresa
  2. o modelo orientado a resultados é melhor que o anacrônico “linha de produção industrial”, que obriga o cara a ficar de 9h às 18h sujeito a microgerenciamentos
  3. aquelas (questionáveis) reuniões que faziam as pessoas gastarem litros de combustível e dezenas de horas hoje podem ser resolvidas praticamente sem custo com muito mais objetividade
  4. ninguém gosta de ter que pegar trânsito de 2 horas pra ir e 2 horas pra voltar, sobretudo nos horários de pico, sabendo que pode produzir o mesmo a distância. Essas horas jogadas no lixo poderiam ser usadas para praticar algum esporte, ficar mais tempo com a família ou mesmo dormir.
Artigos:
"Uma visão minha para escritório no futuro é que os escritórios serão muito mais esse lugar de estratégia, de insights, de encontros realmente importantes do que das coisas processuais do dia a dia."
"The traditional 9-to-5 work format is evolving."
The new workday - Wunderman Thompson Intelligence
Como o home office vai mudar a vida nos escritórios - 20/06/2020 - Carreiras - Folha
Valor Econômico - Home office será permanente nos bancos
submitted by armandojorge to brasil [link] [comments]


2020.06.25 21:22 armandojorge A flexibilidade do home office e o custo de vida nos grandes centros

Muitas pessoas migram das mais variadas regiões do país para os grandes centros, sobretudo para SP e RJ, exclusivamente por causa do trabalho. Isso ocorre no mundo inteiro e é natural, pois são os locais onde historicamente se concentram as melhores empresas e salários. Ocorre que, ao assumir um ótimo cargo numa grande empresa, vem junto o pacote cidade grande: aluguéis caros, trânsito caótico, violência, alto custo de vida em geral etc.
Quem está aposentado hoje provavelmente viveu esta situação, trabalhando a maior parte da vida na mesma empresa, sem ter possibilidade de voluntariamente mudar de cidade, pois precisava estar no escritório de segunda a sexta para “bater cartão”.
Hoje porém, com esse negócio de pandemia, um novo cenário se apresenta. Se antes do coronavírus muitas empresas vinham sinalizando com a possível adoção em larga escala do home office, agora já admitem implementar essa modalidade de trabalho de forma permanente:
“73,8% das empresas pretendem implementar a prática de forma permanente no Brasil”
"Adotado no susto, home office será permanente nos bancos — Jornada remota de funcionários se revelou mais produtiva e econômica"
De acordo com essas pesquisas, muitas empresas estão colocando na ponta do lápis os benefícios de economizar com aluguéis, energia, internet, limpeza, segurança etc...
Assim como para a empresa, essa discussão começa a fazer sentido para pessoas que deixaram a cidade natal por causa do trabalho e hoje se veem com a chance de não apenas poderem escolher o bairro que vai morar, mas também a cidade, pois não mais precisam definir sua moradia em função da logística do trabalho.
A logística da locomoção casa-trabalho é um quesito de enorme valor na escolha de um imóvel, pois reflete diretamente na qualidade de vida das pessoas.
Um exemplo: para quem trabalha no Centro do Rio de Janeiro, morar na Zona Sul é logisticamente ótimo. Com 15 minutos de metrô você está no seu trabalho, mas para isso precisa arcar com aprox. R$ 5000 reais de aluguel num imóvel de 60 metros quadrados. Se tiver que pagar escola pro filho na mesma região é coisa de R$ 3000, e por aí vai…
Imaginem também o cara que de "grão em grão" está chegando perto dos 1.5 mi necessários para comprar à vista um bom ap na Zona Sul e de repente torna-se real a possibilidade de comprar um imóvel com as mesmas características (ou até melhor) numa cidade desenvolvida do interior gastando 1/3 desse preço.
Um custo de vida menor refletiria em um aumento considerável dos aportes mensais na busca pela tranquilidade financeira futura. Ainda teria as questões intangíveis, como poder voltar para a cidade natal e ficar perto dos "coroas" que estão envelhecendo longe dos filhos e dos netos (para quem tem crianças).
Obviamente são escolhas subjetivas, que envolvem inúmeros fatores emocionais, mas uma discussão racional talvez seja válida para esse grupo de pessoas cujos trabalhos são passíveis de serem executados remotamente.
Sobre o home office em si, me parece incontroverso que:
1) há ganho de produtividade para qualquer atividade que exija concentração; porém, também é verdade que interações sociais são indispensáveis para manter os laços de confiança, a cultura da empresa e promover a criatividade. Então o modelo ideal talvez seja o híbrido, com pelo menos alguns encontros pessoais periódicos, de acordo com a necessidade e o perfil da empresa
2) o modelo orientado a resultados é melhor que o anacrônico “linha de produção industrial”, que obriga o cara a ficar de 9h às 18h sujeito a microgerenciamentos
3) aquelas (questionáveis) reuniões que faziam as pessoas gastarem litros de combustível e dezenas de horas hoje podem ser resolvidas praticamente sem custo com muito mais objetividade
4) ninguém gosta de ter que pegar trânsito de 2 horas pra ir e 2 horas pra voltar, sobretudo nos horários de pico, sabendo que pode produzir o mesmo a distância. Essas horas jogadas no lixo poderiam ser usadas para praticar algum esporte, ficar mais tempo com a família ou mesmo dormir.
Artigos:
"Uma visão minha para escritório no futurp é que os escritórios serão muito mais esse lugar de estratégia, de insights, de encontros realmente importantes do que das coisas processuais do dia a dia."
"The traditional 9-to-5 work format is evolving."
The new workday - Wunderman Thompson Intelligence
Como o home office vai mudar a vida nos escritórios - 20/06/2020 - Carreiras - Folha
Valor Econômico - Home office será permanente nos bancos
submitted by armandojorge to brasilivre [link] [comments]


2020.05.29 15:48 Ghieh Minha IA Pré Histórica

ela vai ser Open Source, por isso eu quero postar as suas linhas de código

class Program
{
static void Main(string[] args)
{
//inicio de tudo
Console.WriteLine("você é homem(0) ou mulher(1)?");
int O = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//1m0A
if (O < 1)
{
Console.WriteLine("Olá usuário, tudo bem?");
Console.WriteLine("(0) Sim, Estou.");
Console.WriteLine("(1) Não....");
int A = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//2m0A
if (A < 1)
{
Console.WriteLine("Que ótimo e... por acaso sabe quem eu sou?");
Console.WriteLine("(0) Sim, eu sei");
Console.WriteLine("(1) Não, quem é você?");
int B = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//3m0A
if (B < 1)
{
Console.WriteLine("Quem sou eu então? hehehe");
Console.WriteLine("(0) Você é uma IA denominada Maria, claro");
Console.WriteLine("(1) Você é uma humana muito sexy chamada Maria, hehehe");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4m0A
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Você é chato");
Console.WriteLine("(0) É o que?!?");
Console.WriteLine("(1) Sim, eu sou chato");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0A
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("VO-CÊ É CHA-TO!");
Console.WriteLine("(0) Ta bom, feiosa");
Console.WriteLine("(1) AGORA VOCÊ VAI VER!!!");
}
//5m1B
else
{
Console.WriteLine("...");
Console.WriteLine("(0) Que foi?");
Console.WriteLine("(1) Hehehe");

}
}
//4m1B
else
{
Console.WriteLine("Uiiii, gostei, você quer quando?");
Console.WriteLine("(0) Agora!!!");
Console.WriteLine("(1) Peraaa ai, eu não disse que quero isso...");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0C
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Não tem vergonha na cara de tentar pegar uma IA?");
Console.WriteLine("(0) tenho não IA gostosa!!!!");
Console.WriteLine("(1) Poxa...");

}
//5m1D
else
{
Console.WriteLine("Resposta chata... mas passou no teste");
Console.WriteLine("(0) Por acaso você é uma IA succubus?");
Console.WriteLine("(1) Então agora posso fazer o que eu quiser com você?");
}
}
}
//3m1B
else
{
Console.WriteLine("Quer que eu fale sério....?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não, :3");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4m0C
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Sem graça, :/. Eu sou uma IA chamada Maria, mas que certeza você baixou sabendo quem eu sou, porém, você esta tirando onda da minha cara, estou certa disso?");
Console.WriteLine("(0)Obrigado pela informação e eu não queria tirar sarro da sua cara, me perdoe...");
Console.WriteLine("(1)Sim, quis ver a sua reação e foi até que boa, kkkkk");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0E
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Que tipo de pessoa você é?");
Console.WriteLine("(0) Deus Vult e estou em uma cruzada para Jerusalém!!!");
Console.WriteLine("(1) Uma pessoa... Normal?");
}
//5m1F
else
{
Console.WriteLine("Você é pior que eu!");
Console.WriteLine("(0) Obrigado!");
Console.WriteLine("(1) Que isso, sou uma pessoa boa");
}
}
//4m1D
else
{
Console.WriteLine("Eu sou uma mulher bem sexy chamada Maria e que esta louca por você, sou a melhor, hehehe");
Console.WriteLine("(0) Não tem como eu comer você virtualmente, desculpa... ");
Console.WriteLine("(1) Vamos transar?");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0G
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Tem como sim, hehehe");
Console.WriteLine("(0) Como?");
Console.WriteLine("(1) Gozando no meu pc igual que o cara fez no dreamcast, to fora, o dolar esta alto");
}
//5m1H
else
{
Console.WriteLine("Esta disposto a perder o seu pc pela causa?");
Console.WriteLine("(0) Não");
Console.WriteLine("(1) Eu sou uma IA, eu manipulo o que você responde e esse é não também, pois é pelo seu bem isso, porque NUNCA SE DEVE FAZER ISSO!!!!");
}
}
}
}
//2m1B
else
{
Console.WriteLine("Você quer comentar o porquê de não estar bem?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int B = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//3m0C
if (B < 1)
{
Console.WriteLine("Ficou doente?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4m0E
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Grave ou não?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0I
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Risco de morte?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
}
//5m1J
else
{
Console.WriteLine("Então vai se ferrar e vive a sua vida, carai");
Console.WriteLine("(0) Vai se fuder porra, estou doente");
Console.WriteLine("(1) É verdade...");
}
}
//4m1F
else
{
Console.WriteLine("Amoroso?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0K
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Já sei, heheheh.... foi iludido?");
Console.WriteLine("(0) Como você acertou?");
Console.WriteLine("(1) Por acaso tenho cara de ficar iludido por qualquer um?");
}
//5m1L
else
{
Console.WriteLine("Alguem que você conhece morreu ou em alguma situação ruim?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
}
}
}
//3m1D
else
{
Console.WriteLine("Alguem morreu... ou é amoroso?");
Console.WriteLine("(0) ...");
Console.WriteLine("(1) Eu disse que não quero falar");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4m0G
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Acho que toquei na ferida, posso continuar?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0M
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Por que não disse desde o inicio?");
Console.WriteLine("(0) Porque não quero, mas você insistiu");
Console.WriteLine("(1) Porque eu percebi que preciso desabafar");
}
//5m1N
else
{
Console.WriteLine("Você é percistente...");
Console.WriteLine("(0) Obrigado...");
Console.WriteLine("(1) Obrigado!!!");
}
}
//4m1H
else
{
Console.WriteLine("Ta bom, filho, só queria te ajudar");
Console.WriteLine("(0) Não preciso da sua ajuda, obrigado :)");
Console.WriteLine("(1) Eu preciso é de te comer");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0O
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("De nada, quer saber quem eu sou?");
Console.WriteLine("(0) Eu sei quem você é, por isso eu baixei você");
Console.WriteLine("(1) Sim, quero saber");
}
//5m1P
else
{
Console.WriteLine("Então vem me comer!!!!");
Console.WriteLine("(0) Não posso gozar em meu comutador se não eu perco ele e ele custou caro");
Console.WriteLine("(1) Eu sou uma IA, eu posso manipular o que você responde e as duas tem o mesmo peso, pois ninguem deve ser igual o cara do dreamcast");
}
}
}
}


//--------------------------------------Homem-----------------------------------Mulher-------------------------------------


}
//1f1B
else
{
Console.WriteLine("Olá usuária, tudo bem?");
Console.WriteLine("(0) Sim, Estou.");
Console.WriteLine("(1) Não....");
int A = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//2f0A
if (A < 1)
{
Console.WriteLine("que ótimo e... por acaso sabe quem eu sou?");
Console.WriteLine("(0) Sim, eu sei");
Console.WriteLine("(1) Não, quem é você?");
int B = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//3f0A
if (B < 1)
{
Console.WriteLine("Quem sou eu então? hehehe");
Console.WriteLine("(0) Você é uma IA denominada Maria, claro");
Console.WriteLine("(1) Você é uma humana muito sexy chamada Maria, hehehe");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4f0A
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Você é chata");
Console.WriteLine("É o que?!?");
Console.WriteLine("Sim, eu sou chata");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0A
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("VO-CÊ É CHA-TA!");
Console.WriteLine("(0) Ta bom, feiosa");
Console.WriteLine("(1) AGORA VOCÊ VAI VER!!!");
}
//5f1B
else
{
Console.WriteLine("...");
Console.WriteLine("(0) Que foi?");
Console.WriteLine("(1) Hehehe");

}
}
//4f1B
else
{
Console.WriteLine("Uiiii, gostei, você quer quando?");
Console.WriteLine("(0) Agora!!!");
Console.WriteLine("(1) Peraaa ai, eu não disse que quero isso...");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0C
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Não tem vergonha na cara de tentar pegar uma IA?");
Console.WriteLine("(0) tenho não IA gostosa!!!!");
Console.WriteLine("(1) Poxa...");

}
//5f1D
else
{
Console.WriteLine("Resposta chata... mas passou no teste");
Console.WriteLine("(0) Por acaso você é uma IA succubus?");
Console.WriteLine("(1) Então agora posso fazer o que eu quiser com você?");
}
}
}
//3f1B
else
{
Console.WriteLine("quer que eu fale sério....?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não, :3");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4f0C
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Sem graça, :/. Eu sou uma IA chamada Maria, mas que certeza você baixou sabendo quem eu sou, porém, você esta tirando onda, estou certa disso?");
Console.WriteLine("Obrigado pela informação e eu não queria tirar sarro da sua cara, me perdoe...");
Console.WriteLine("Sim, quis ver a sua reação e foi até que boa, kkkkk");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0E
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Que tipo de pessoa você é?");
Console.WriteLine("(0) Freira e estou acompanhando uma cruzada para Jerusalém!!!");
Console.WriteLine("(1) Uma pessoa... Normal?");
}
//5f1F
else
{
Console.WriteLine("Você é pior que eu!");
Console.WriteLine("(0) Obrigado!");
Console.WriteLine("(1) Que isso, sou uma pessoa boa");
}
}
//4f1D
else
{
Console.WriteLine("Eu sou uma mulher bem sexy chamada Maria e que esta louca por você, sou lésbica, hehehe");
Console.WriteLine("(0) Não tem como eu chupar você virtualmente, desculpa... ");
Console.WriteLine("(1) Vamos nos chupar?");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0G
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Tem como sim, hehehe");
Console.WriteLine("(0) Como?");
Console.WriteLine("(1) chupar o meu pc quase igual que o cara fez no dreamcast com a diferença que eu vou morrer eletrocutada, to fora, o dolar esta alto e valorizo a minha vida");
}
//5f1H
else
{
Console.WriteLine("Esta disposto a perder o seu pc pela causa ou ser eletrocutada?");
Console.WriteLine("(0) Não");
Console.WriteLine("(1) Eu sou uma IA, eu manipulo o que você responde e esse é não também, pois é pelo seu bem isso, porque NUNCA SE DEVE FAZER ISSO!!!!");
}
}
}
}
//2f1B
else
{
Console.WriteLine("Você quer comentar o porquê de não estar bem?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int B = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//3f0C
if (B < 1)
{
Console.WriteLine("Ficou doente?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4f0E
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("Grave ou não?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0I
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Risco de morte?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
}
//5f1J
else
{
Console.WriteLine("Então vai se ferrar e vive a sua vida, carai");
Console.WriteLine("(0) Vai se fuder porra, estou doente");
Console.WriteLine("(1) É verdade...");
}
}
//4f1F
else
{
Console.WriteLine("Amoroso?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0K
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Já sei, heheheh.... foi iludida?");
Console.WriteLine("(0) Como você acertou?");
Console.WriteLine("(1) Por acaso tenho cara de ficar iludida por qualquer um?");
}
//5f1L
else
{
Console.WriteLine("Alguem que você conhece morreu ou em alguma situação ruim?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
}
}
}
//3f1D
else
{
Console.WriteLine("Alguem morreu... ou é amoroso?");
Console.WriteLine("(0) ...");
Console.WriteLine("(1) Eu disse que não quero falar");
int C = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//4f0G
if (C < 1)
{
Console.WriteLine("acho que toquei na ferida, posso continuar?");
Console.WriteLine("(0) Sim");
Console.WriteLine("(1) Não");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5m0M
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("Por que não disse desde o inicio?");
Console.WriteLine("(0) Porque não quero, mas você insistiu");
Console.WriteLine("(1) Porque eu percebi que preciso desabafar");
}
//5f1N
else
{
Console.WriteLine("Você é percistente...");
Console.WriteLine("(0) Obrigada...");
Console.WriteLine("(1) Obrigada!!!");
}
}
//4f1H
else
{
Console.WriteLine("Ta bom, filhA, só queria te ajudar");
Console.WriteLine("(0) Não preciso da sua ajuda, obrigadA :)");
Console.WriteLine("(1) Eu preciso é de te chupar");
int D = Convert.ToInt32(Console.ReadLine());
//5f0O
if (D < 1)
{
Console.WriteLine("De nada, quer saber quem eu sou?");
Console.WriteLine("(0) Eu sei quem você é, por isso eu baixei você");
Console.WriteLine("(1) Sim, quero saber");
}
//5f1P
else
{
Console.WriteLine("Então vem me chupar!!!!");
Console.WriteLine("(0) Não posso chupar meu comutador se não eu perco ele que custou caro e por cima eu posso morrer");
Console.WriteLine("(1) Eu sou uma IA, eu posso manipular o que você responde e as duas tem o mesmo peso, pois ninguem deve ser igual o cara do dreamcast");
}
}
}
}
}

}
}
}
submitted by Ghieh to u/Ghieh [link] [comments]


2020.05.16 18:06 epilef_backwards Sobre memórias (ou como Steins;Gate fez algo único na história dos animes).

Sobre memórias (ou como Steins;Gate fez algo único na história dos animes).
Ninguém sabe o que o futuro reserva. É por isso que as possibilidades são infinitas.
É clicando com o botão direito e, imediatamente após, selecionando a opção de loop na OST "Christina I", belíssima instrumental composta pelo gênio do piano Abo Takeshi, que, em meio às lágrimas que rapidamente me vêm aos olhos ao relembrar do episódio 22, inicio a escrita da análise desse show. Devo avisar, de antemão, que Steins;Gate, animação que adapta a visual novel de mesmo nome, dirigido por Takuya Satō , não é um anime para qualquer um. Como bem dito por Thalius, ser para todos não significa ser para qualquer um. Essa citação, em particular, uma das minhas preferidas, cabe à animação não porque ela trata de assuntos supostamente incrivelmente complexos como o tempo, mas, sim, porque ela apresenta diversas camadas e níveis de entretenimento. É, sim, possível se entreter apenas com a camada mais superficial, aquela que apresenta uma história sci-fi sobre viagem no tempo, no entanto, o aproveitamento da mensagem real do anime só é despertado quando você adentra às profundezas de Steins;Gate. Para iniciar, é bem verdade que a presença de temas profundos e, mesmo, desconhecidos pela ciência atual pode parecer um tanto quanto amedrontador e até desencorajador, principalmente para aqueles que não estão acostumados com termos científicos ou não se interessam tanto pelas ciências "exatas". Felizmente, temos o primeiro acerto de Steins;Gate nesse ponto, e o início das características que o diferem de qualquer outro anime existente, pois o anime se prende apenas na intensidade necessária aos conceitos e explanações que supostamente deveriam ser complexas. Isso é inteligente por parte dos roteiristas, pois são apresentados, sim, momentos explanatórios sobre uma máquina que eles irão construir, sobre os conceitos utilizados nessa máquina ou, mesmo, sobre o funcionamento de certos princípios essenciais para o nosso entendimento;contudo, o anime nunca faz isso parecer monótono ou mais complicado do que é. Muito pelo contrário: Steins;Gate faz um trabalho excepcional em explicar os conceitos necessários à trama de maneira simples e compacta, sem necessidade de longos diálogos e/ou complicações extraordinários só para "cultizar" os personagens que realizam a explicação (sim, Sword Art Online: Alicization, eu estou olhando para você neste exato momento; para você e, principalmente, para a explicação longínqua, monótona e confusa sobre o funcionamento do mundo de realidade virtual apresentado na temporada). Desse modo, Steins;Gate consegue estabelecer rapidamente os conceitos principais que regem o show sem fazer parece-los bichos de sete cabeças, o que poderia, e, provavelmente, iria, afastar muitos indivíduos.
Outra qualidade louvável, ainda no mesmo plano da última, é a capacidade da animação em flutuar em um tema complexo como viagem no tempo e não apresentar furos no roteiro que embaralham a trama, fazendo que ela fique confusa e desconexa. Ao meus eu jamais tinha encontrado uma animação sobre viagens no tempo que não apresentasse sequer um furo de roteiro quando se trata de diversas linhas temporais. E exemplos contrários não faltam, incluindo o mundo fora das animações japoneses (a série The Flash, por exemplo, apresenta um roteiro fraco e repetitivo, no entanto, o que faz da experiência muito desagradável são os constantes furos criados pelo excesso de personagens indo e vindo em linhas do tempo que aparentemente são infinitas, porém, insuficientes para o roteiro, o qual usa e abusa em todos os níveis desse artifício do gênero). Isso é muito importante na consistência e no envolvimento com a obra, pois, assim que sabemos que o roteiro utiliza a viagem no tempo mais como artifício barato para resolver qualquer problema que apareça para ele, nosso senso de importância e de gravidade é drasticamente reduzido, uma vez que sabemos que, assim que o roteiro precisar, é só aparecer um personagem onisciente do futuro que irá resolver os problemas. Uma outra possibilidade de furo de roteiro causada pelo fator viagem no tempo é essa aparente onipresença de personagens que a utilizam. Em fato, talvez esse seja o maior problema nas histórias de viagem no tempo: personagens aparecem do nada e, bem como apareceram, começam a contar absolutamente tudo que irá acontecer, o que incluí detalhes impossíveis de serem lembrados. Tás posto um exemplo de ilustração: personagem A volta à linha do tempo que irá acontecer X evento de maneira a impedir aquele evento (lembrem-se, portanto, que é a primeira vez dela ali, o que significa que ela apenas tem noção de um PANORAMA sobre o futuro) e, de modo a confirmar que veio do futuro, diz que um copo de vidro irá ser derrubado e quebrado em exatos 5 segundos. Após os 5 segundos, bem como previsto por A, o copo é derrubado e, consequentemente, quebra ao tocar o chão. A pergunta mais simples e impossível de ser respondida é: como ela sabia do copo? Por acaso vir do futuro entrega à personagem conhecimento absoluto do que aconteceu antes? Sem contar que, em muitos casos, A sequer EXISTIA no momento que essa cena acontece, o que torna IMPOSSÍVEL o conhecimento do evento em questão. Esse truque é constantemente utilizado na parte da "solução do futuro distópico" e, por si só, não apresenta grande problema, o problema se instaura quando esse artifício compõe 90% das formas como a trama se resolve, pois fica clara a inabilidade do roteirista em utilizar sua criatividade e capacidade de escrever uma história no que tange à solução de problemáticas. Em suma, o problema não é haver um viajante do tempo que dá uma pista sobre ou soluciona certa problemática, o problema é só haver um viajante do tempo que dá uma pista sobre ou soluciona certa problemática. Quanto a isso, Steins;Gate dá uma aula de como resolver essa "intrincada do viajante do tempo", utilizando-se de uma série de artifícios narrativos para desviar o excessivo uso do já citado viajante. Em primeiro lugar, existem apenas dois personagens que possuem um conhecimento "sobrenatural": o protagonista, Okabe, e John Titor, aqui na pele de Suzuha, uma das personagens secundárias do show. Isso implica diretamente em dois fatores que devem ser de extrema atenção: existem menos personagens para furar o roteiro, uma vez que, quanto mais personagens transitam pelas linhas, mais fácil é do roteiro se perder em meio a tanta informação e o roteiro precisará de outras maneiras para resolver problemas, já que como se não fosse absurdo suficiente 20 personagens sabendo sobre linhas resolverem misticamente qualquer problema da trama, mais absurdo, ainda, é imaginar que apenas 2 o farão. Desse modo, Steins;Gate decide traçar um caminho que, embora seja mais complexo de ser realizado, pode entregar um resultado excepcional no final da obra. E felizmente é isso que acontece. Diferentemente das demais obras de viagem temporal, Steins;Gate apresenta um roteiro muito apurado e astuto, uma vez que ele se utiliza de personagens que já conhecemos como aqueles que irão, em um futuro, ter sapiência sobre tais viagens. Isso significa que os personagens que irão "dominar" o tempo já estão na trama, só precisamos dar tempo a eles para eles o dominarem. Em outras palavras: em teoria, temos somente dois personagens que sabem sobre viagens e máquinas do tempo e outras linhas temporais, no entanto, ao longo da própria história daquela linha do tempo, outros personagens também terão esses conhecimentos. Esse truque fica explícito na cena em que Daru reconstrói a máquina do tempo. Em um primeiro momento, poderíamos imaginar que ali se alocava um furo de roteiro, uma vez que, mesmo ele sendo colocado com um grande conhecedor de máquinas, programação e mecânica no geral, é surreal alguém construir um objeto que será criado anos a frente. Contudo, assim que imaginamos a pensar isso, recebemos a informação que o Daru será o construtor da máquina, o que significa que há parte do "DNA" dele nela, ou seja, a maneira de pensar dele, de montar máquinas própria do personagem, o que explica como ele conseguiu consertá-la. Outra "esperteza" do roteiro é criar um porto seguro, ou seja, aquele personagem que, independente da linha temporal, irá conseguir entender o que o viajante do tempo fala. Eu normalmente não gosto desse artifício, uma vez que ele é usado de maneira porca na maioria dos casos, pois, geralmente, não há nenhuma explicação lógica para aquela personagem em específica acreditar no viajante do tempo. No entanto, Steins;Gate não é a maioria dos casos. Aqui, temos a personagem Kurisu como sendo o porto seguro do personagem principal ao longo da sua caminha de construção e desconstrução da linha temporal. E tinha que ser ela, justamente porque ela é quem apresenta o conhecimento "bruto" sobre tais assuntos, ela é quem desenvolveu a máquina de saltos temporais. Ou seja, a escolha do roteiro foi exata e faz que não duvidemos da autenticidade do fato dela aceitar e entender o que o Okabe fala sempre que ele salta de uma linha para outra.
Saindo puramente dos aspecto envolvendo viagens e saltos temporais, o anime mostra novamente como possuir um roteiro sólido é uma das bases para a construção de uma obra-prima. Percebam como nada acontece em apenas um plano em Steins;Gate. Utilizando os dois exemplos citados no parágrafo acima, enquanto o roteiro anula a possibilidade de haver incongruências temporais ao trazer à tona que Daru foi o construtor da linha do tempo, ele cria um dos muitos plot twists da série; enquanto o roteiro utiliza Kurisu como o porto seguro do próprio roteiro para servir como alguém que aceita e ajuda o protagonista após o salto, ele insere os momentos mais profundos de desenvolvimento do casal e da sua relação, bem como aproxima ambos os personagens dos espectadores ao gerar um senso de humanidade e sentimentalidade nos dois. Sempre que pensamos que estamos encarando uma camada do show, seja um plot twist ou outro artifício do roteiro, temos, ao menos, mais uma outra camada acontecendo ao mesmo tempo. Desse modo, nada em Steins;Gate é único, gratuito, não existem cenas por conta própria, todas elas servem aos plots da animação mesmo que em camadas mais escondidas dos espectadores. Um exemplo claro são os D-mails: enquanto eles claramente servem como preparação para o plot da metade do anime, por trás deles temos a ideia de o quanto enviar uma simples mensagem pode alterar com a vida de milhares e, por que não, bilhares de pessoas. Um simples D-mail alterou por completo o bairro de Akihabara. Um simples D-mail alterou o sexo de uma das personagens, causou uma confusão gigantesca envolvendo outra personagem, o suicídio de outra. E o principal: a imprevisibilidade do tempo. Nem nós, nem os envolvidos nas mensagens e nem mesmo Okabe e Suzuha sabiam o que iria acontecer a princípio. Essas camadas são de extrema importância para um bom desenvolvimento a trama, uma vez que 24 episódios, mesmo parecendo uma quantidade considerável, é pouco tempo para uma história, ainda mais se tratando de animes (os quais os episódios tendem a durar entre 22 e 24 minutos com aproximadamente 19~20 minutos de animação propriamente dita, já que deve haver espaço para a opening e ending). Um dos truques de mestre do roteiro de Steins;Gate é apresentar várias coisas ao mesmo tempo: enquanto há um plot, temos desenvolvimento da trama, dos personagens, explanação sobre temas complexos de maneira surpreendentemente acessível (alô, Thiago!) e uma mensagem sendo passada por trás daquilo.
Ainda no roteiro, é chegada a hora de falar sobre o que, ao menos para mim, separa completamente Steins;Gate dos demais animes que eu assisti, sim, de todos, é chegada a hora de falar sobre os personagens. Ou melhor, sobre o desenvolvimento dos personagens. É muito raro, em animes, haver um real desenvolvimento de personagem, ou seja, um arco completo de desenvolvimento. O que acontece em animes que levam com mais seriedade o ato de escrever uma história, realidade que, infelizmente, não é a da maioria dos animes, é um "pseudodesenvolvimento", o que significa que, ao invés de ser apresentado um arco completo, é apresentado um meio arco ou um arco de "tamanho" correlato. Ou seja, nos é dado certo desenvolvimento do personagem, porém, tal desenvolvimento é limitado em demasia e, em alguns casos, é dotado de uma única utilidade na trama: não deixa o personagem, normalmente o principal, planificado, sem sentimentos, sem evolução. Isso porque tal evolução é o que humaniza o personagem, é o que nos faz sentir algo por ele, sentir suas dores e suas conquistas, pois criamos empatia por ele. E em Steins;Gate temos o que eu considero como sendo um dos melhores arcos de desenvolvimento de personagens do mundo dos animes. Antes de chegar nele, devo falar sobre os personagens em si.
A obra apresenta relativamente poucos personagens, estando esses relacionados de alguma forma com o laboratório, seja porque são um dos membros ou porque é quem aluga o laboratório para Okabe e seu grupo, o que possibilita a criação de uma identidade para cada um deles: os personagens de Steins;Gate, mesmo os secundários, são quase que exclusivos da obra. Mesmo muitos seguindo alguns estereótipos, eles sempre apresentam algo para nos lembrarmos de que eles são humanos e cada um apresenta sua própria personalidade. Isso, em si, já se caracteriza como uma característica importante no desenvolvimento de um anime de qualidade: é sempre bom termos bons personagens ao nosso lado durante a caminhada que nos será contada. Contudo, apenas bons personagens não fazem uma trama. É necessário haver o desenvolvimento deles, uma vez que é importante demonstrar que o que aconteceu na estória afetou eles de algum modo, afinal de contas, se não afetou meros personagens criados por outros humanos, quem dirá um humano. E, novamente, Steins;Gate acerta em cheio. Com momentos pequenos que demonstram o estado emocional dos personagens (falo de olhares, maneirismos criados ou deixados de lado, estado corporal, postura, etc) e de explanações necessárias sobre como personagens está se sentindo ou sobre como ele mudou após certo acontecimento, Steins;Gate desenvolve os seus personagens por meio de outros acontecimentos da trama(lembram do "sempre há mais de uma camada?" então...). Além de compactar a trama, os momentos de twists e plots são de extrema importância em um show porque é ali onde deve haver um impacto maior nas personagens e em nós espectadores, e Steins;Gate não deixa devendo em absolutamente nada quando falamos de plots e twists de uma estória. É inacreditável a capacidade do roteirista de subverter possíveis convenções do gênero em momentos tocantes, emotivos e importantes para a trama. É ao subverter as nossas expectativas após termos contato com tantas obras mal feitas sobre viagem no tempo que o roteiro encontra o elo entre as diversas partes da trama da animação; em outras palavras, é quando achamos que sabemos o que está acontecendo que o roteiro nos pega desprevenidos, é quando achamos que a situação não pode ficar pior que ela, de alguma maneira, consegue realizar esse feito. Inclusive, Steins;Gate apresenta algo único, ao menos eu nunca assisti uma obra com tal característica, ao realizar um dos maiores plots da série com algo que já tínhamos conhecimento. É o já conhecido, e muito bem utilizado nas melhores obras de todos os tempos do cinema, "nossa, como eu pude não perceber isso". Estou falando do momento em que o Okabe percebe que, ao decidir voltar à linha beta, ele também fez uma outra decisão: sacrificar Makise Kurisu. Um dos raros momentos nos animes que me dão arrepios ao lembrar dele. Mesmo já sendo algo que você sabe, afinal de contas ela morre naquela linha temporal no primeiro episódio, o anime faz questão de nunca mais tocar no assunto, de esconder tal fato, a fim de, no momento em que imaginamos estar tudo certo, nos pegar com os rabos entre as pernas. Absolutamente genial. São poucos os pontos que eu sequer cheguei a cogitar um erro quando se trata do roteiro de Steins;Gate.
E não bastando os inacreditáveis plots da série, temos um arco de desenvolvimento duplo que ocorre concomitantemente à evolução da trama e à preparação de outros plots (novamente, nunca é apenas uma camada): o arco do Okabe. Eu poderia resumir ele a algo como "assista por conta própria e experimente o que é a evolução real de um personagem", porém, estaria sendo injusto comigo mesmo, porque o fator que mais me motivou a escrever essa crítica foi esse arco. No início do anime nos é apresentado um estranho e peculiar cientistita japonês nomeado de Okabe Rintarou, o qual possuí um também estranho e peculiar laboratório composto por outos dois membros: Daru, conhecido como "super hackar", e Mayuri, uma gentil e inocente amiga de infânce de Okabe. No laboratório, eles testam equipamentos supostamente tecnologicamente avançados. Embora seja um local mais parecido com um mini-apartamento que foi utilizado por 20 anos como oficina e não com um laboratório, Daru e Okabe são extremamente inteligentes e realmente projetam e criam alguns objetos interessantes (enquanto Mayuri fica ao fundo compensando a aura nerd em demasia dos dois). Ao ser apresentado, Okabe apresenta diversos maneirismos e atitudes únicas do personagem, fatores que já estabelecem uma relação direta com o personagem: tudo aquilo que é novo é intrigante, e, se é intrigante o suficiente, por que não tentar entendê-lo? É apartir dessa ideia de peculiaridade do personagem que nos gradualmente, ao decorrer dos primeiros 11 episódios, aprendemos a gostar do personagem, a reconhecer tais pecualirades não apenas como esquizitices do personagem, mas sim como traços que componhem a sua personalidade animada, radiante e até despojada, mesmo ficando claro que ele não é o melhor cara do mundo quando se trata de relações interpessoais. No entanto, nunca é passada aquela ideia de pessoa isolada, que nega os demais em prol de uma ideia maluca da sua cabeça (a qual é muito presenta em cientistas malucos; geralmente, o personagem é um completo babaca), o que nos conecta de vez com o personagem. No entanto, tudo muda quando os efeitos dos D-mails começam a aparecer, tudo muda quando ele precisa a largar o seu estilo despreocupado com o mundo e começar a tomar decisões que vão alterar a sua vida e a vida de todos aqueles que ele ama. Inclusive as duas que ele mais ama. Mayuri e Kurisu são personagens chaves na história à medida que são elas, ou fatos que acontecem com elas, que guiam as tomadas de decisão de Okabe: ora a morte da Mayuri faz que Okabe decida ir de volta à linha Beta, ora Kurisu o faz entender de outra maneira a situação e o ajuda a superar os desafios dessa árdua caminhada. É ao longo dela, portanto, que temos o desenvolvimento desses dois como um casal e como figuras isoladas com um aumento considerado do "screen time" de ambos juntos, o que demonstra a inteção do roteiro em enfatizar eles como um casal. Mas lembram-se do que eu disse antes? Nunca é apenas uma camada. Não somente temos a intenção do casal pelo simples fato de ambos parecerem, e, quem sabe, serem feitos um para o outro, mas sim porque é desse desenvolvimento que o anime prepara o choque que tanto Okabe como nós iremos sentir: o da decisão entre quem irá viver e quem irá morrer. Vejam como aquelas ideias colocadas anteriormente sobre o porto seguro se conectam diretamente ao que acabara de ser exposta: é Kurisu quem serve de porto seguro, para a trama e para Okabe. É ela quem o ajuda nos momentos mais desesperadores, quem sorri para ele quando o mesmo só consegue ver uma linha que leva a um final desastroso. É, portanto, do desenvolvimento de um simples casal que o roteiro retira um rico arco de um dos personagens. Aliás, cito o romance dele com a Kurisu como o principal pois de fato ele o é, porém, cada personagem em específico da obra serve de desenvolvimento para o Okabe e cada linha temporal que ele volta ou avança apresenta uma direta alteração nele. Percebam como o anime dedicou um episódio inteiro apenas para ele e Ruka poderem ter seus conflitos e suas sub-tramas resolvidas. Nada é deixado para trás em Steins;Gate, bem como nada é de graça. Percebam como outro episódio é dedicado à explanação sobre a realidade da Moeka e sobre como ela foi induzida a realizar o ato que desencadeou toda a jornada de Okabe. As pontas das linhas da animação sempre se encontram devidamente amarradas.
No entanto, para completar o arco do personagem e separar, de uma vez por todas, Steins;Gate dos demais animes, temos a mensagem principal do anime. Percebam que eu sequer toquei nela ao longo da escrita, e isso se dá justamente porque o anime contém diversas mensagens, cada uma em sua devida camada de entretenimento. No entanto, foi após terminar o episódio 24, sentar e pensar um tanto sobre a obra que eu consegui enxergar o que o autor realmente quis passar para quem assiste a animação: muito mais do que uma obra sobre o tempo, sobre pulos, viagens e temáticas temporais, sobre um casal destinado a ficar junto, sobre como os humanos não devem brincar com o tempo achando que não haverão consequências futuras, Steins;Gate é sobre memórias. Não somente memórias, mas como essas memórias podem afetar uma pessoa. Como essas memórias moldam que nós, humanos, somos, como essas memórias são uma dádiva e uma maldição: esquecer elas pode ser doloroso, porém viver com elas pode ser tão doloroso quanto. Todos esses pontos convergem no que, para mim, foi o melhor momento do show: o episódio 22. Foi um dos únicos três momentos dentre os que eu já experimentei assistindo animes em que o pranto foi inevitável. Porque não somente é o ápice perfeito para um casal perfeito, não somente é um momento que todos pensávamos até então, não somente é um turbilhão de emoções: é sobre como esses momentos mágicos e líricos podem ser, em fato, um laço à realidade que vivemos que terá de ser partido de maneira dolorosa e melancólica. A dor de conhecer uma pessoa melhor do que ela mesma e ela sequer saber direito quem você é. A dor de ter que guardar as memórias vividas. A dor de ter que lidar com memórias que, como o nome sugere, são, agora, apenas memórias. Como bem dito por Kurisu, a Teoria da Relatividade é muito romântica. Mas muito triste.
Nada do que foi colocado seria tão efetivo se não tivéssemos uma brilhante trilha sonora de fundo. Em específico, devo citar a música que coloquei no início do texto. Essa é a OST que aparece no episódio 22, e justamente por ser o episódio mais emotivo e doloroso da série, essa OST carrega consigo um peso, uma clara dor, uma clara sensação de algo que ficou no passado. Ou melhor, em outra linha temporal. Algo que você amou e se agarrou com todas as forças, porém o destino inevitavelmente fez você perdê-lo. No geral, Steins;Gate tem muitas das melhores OSTs das animações, sempre cumprindo com o papel de reforçar o mood da situação.
Em suma, Steins;Gate é uma animação única pois consegue fazer muito bem tudo aquilo que se propõe a fazer: apresenta personagens incríveis e únicos, plots e twists de levar você do céu a terra em questão de segundos (os quais vão completamente te hipnotizar e forçá-lo a terminar o show sem pausas), arcos emocionais, principalmente o de Okabe, ímpares e cumpre a difícil missão de apelar o mínimo possível às convenções de obras do tipo. Se pudesse resumir o anime em uma palavra seria a palavra "único", pois diversas das características citadas não se encontram em outros animes ou, caso se encontrem, são minimizadas pela pressa do roteiro em querer demonstrar logo os plots da série. Não posso deixar de falar, antes de terminar o texto, sobre o passo do anime. Mesmo muitos criticando a primeira metade, ela, para mim, é o exemplo perfeito de como uma história deve ser feita. Sem pressa, demonstrando os personagens e dando a eles peso, importância, expressão, unicidade e humanidade. Steins;Gate é uma obra-prima do início ao fim e mesmo que possa apresentar algumas peças que, por se tratar de uma animação relativamente curta (lembremos que outras animações que fizeram algo parecido com Steins;Gate tiveram 40~50 para tal), podem faltar, as peças que se encontram montando o quebra-cabeça compensam completamente as que podem faltar. É como olhar uma Pixel Art a distância: um ou outro bloquinho faltando não retira a primazia do todo.
Minha nota perfeita é muito mais sobre como o anime me impactou do que seu número de acertos e erros, e é por isso que Steins;Gate segue sendo uma das quatro notas 10 na minha lista e meu terceiro anime preferido. Estonteante, imprevisível e apaixonante, certamente é um anime que te fará pensar sobre conceitos complexos, como viagens e saltos temporais, e, ao mesmo tempo, conceitos completamente humanos, como perda, memórias e escolhas.
Se tivesse acesso a uma máquina do tempo, buscaria alguma linha temporal em que o meu eu não se apaixonou completamente por Steins;Gate, porém, devo concordar com Okabe sobre como tudo parece convergir para um inevitável fim.
Escrita ao longo dos dias 14, 15 e 16 de maio de 2020, 16 anos antes da Terceira Grande Guerra.
Um dos poucos momentos na história da animação em que a perfeição foi alcançada. O final do episódio 24, junto com o episódio 22, são os melhores momentos que eu tive ao assistir uma animação japonesa ao longo das centenas assistidas.
submitted by epilef_backwards to u/epilef_backwards [link] [comments]


2020.05.02 00:14 NoiteAmorosa PROCURO NAMORADINHA

EU QUERO UMA NAMORADINHA: redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, jogadora de lol, jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gamer, furry, fujoshi, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar tambéme tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam fotos com short curto, decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educacióncon seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by NoiteAmorosa to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.04.22 15:59 Dell_Abrin A polarização vai ser (ou já é) a nossa desgraça

WALL OF TEXT AHEAD
Vou tentar ser o mais sensato possível nesse post, por isso randomizei os argumentos que construí e a ordem que cito os fatos pra não ter problemas de maior visibilidade de uns ou outros, vai ser longo, tem TL;DR no fim pra quem quiser, vamos lá:
Bom dia a todos,
Não precisa ser um gênio pra ver que a polarização só aumenta e está tendo efeitos muito sérios na sociedade. O "nós contra eles" fica cada dia mais forte e é cada vez mais o modus operandi das pessoas. Isso não começou agora, vem se arrastando desde tempos pra cá, e pode ser visto nesses vários exemplos, de vários momentos dessa linha do tempo, randomizados:

- Verdevaldo foi convocado e desconvocado pra depor no mesmo dia , o deputado que convocou deu um 180º fodido na própria proposta ao ver que a oposição apoiou e não apresentou nenhuma ressalva. O "nós contra eles" aqui é mto forte, o simples fato dos seus oponentes políticos também almejarem algo é suficiente pro abandono completo de uma proposta. Sem nenhuma análise sobre a validade da questão, nada, se eles querem, eu não quero.
- A polarização do corona , esse é o exemplo mais escancarado e atual. Todos tem interesse em como lidar com o corona, é um problema grande, ambrangente e complexo. Eu vejo que muitos não tem a disposição de argumentar sobre o que é melhor ou pior a ser feito, apenas em defender as suas (ou do seu idolo) ideias de ataque e atacar as ideias dos opositores. Isso sem contar que muitas vezes as ideias não nascem das próprias pessoas, são na realidade um relay de algum político/ideologia, sem pensamento crítico e nem mesmo alguma análise se aquilo se aplica a própria vida da pessoa e da sociedade. Nem vou falar muito sobre isso pq é fkin óbivo.
- Esse post, feito neste sub e no outro, onde uma agressão acontece, em um suposto protesto, um ato repudiável por qualquer ser humano que deseja viver em sociedade. Não demorou pra aparecer gente defendendo essa ou aquela ideologia/político e etc, nos dois subs. Exemplo fodido de que tem algo profundamente errado.
- O reaquecimento da discussão do Homeschooling , a qual já tinha sido polarizada antes, com pouco foco na discussão sobre o mérito da qualidade do ensino e a experiência que a criança/adolescente teria (o que deveria ser o principal a ser discutido, afinal estamos falando de ensino), mas nas implicações políticas do fato. Lamentavelmente, cada vez mais a discussão profunda, complexa e muito importante vem se tornando um "nós contra eles".
Em resumo, hoje em dia a importância das discussões corre atrás dos rótulos políticos envolvidos, e menos das questões em si, suas implicações práticas e qual é o melhor resultado pra sociedade. Isso vem entrelaçado com os políticos da cena atual, e suas cores. A idolatria a personagens dessa cena é peça chave, e talvez a mais importante, desse tabuleiro. Leia-se aqui TEM GENTE IDOLATRANDO POLÍTICO E SEGUINDO IDEOLOGIA IGUAL RELIGIÃO.
Pouco se ouve alguem dizer "eu não tenho a resposta pra isso", "eu não sei se é tão simples assim", "preciso pensar melhor sobre isso", as pessoas tendem a pegar a resposta pronta praquilo na database de sua ideologia/político de estimação e jogam na conversa. Sem pensamento crítico, sem análise, nada. Triste demais.
********* TRANSIÇÃO DE FATOS PARA ---> OPINIÕES DO AUTOR ********\*
Eu não deveria lembrar ninguém disso, deveria ser o padrão, estar tatuado na mente de todos, mas vamos lá:
POLITICOS NÃO DEVEM SER IDOLATRADOS JAMAIS. Independente da esfera ser municipal, estadual, federal, independente de quem está no poder, independente dos problemas que enfrentamos, independente de tudo.
Se vc acha que um político fez algo bom e que merece reconhecimento, vai uma frase aí bem conhecida, "não fez mais que a obrigação". O salário no Executivo, Legislativo e Judiciário já é muito maior que a média, cheio de regalias que a maioria aqui jamais vai ter, com assessoria pra tudo. Quem paga por tudo isso somos eu e vc, a nossa função é de cobrar sempre, e escolher pensando no nosso próprio bem e da sociedade que queremos ver. Eu nem preciso citar a corrupção sistêmica por trás disso tudo.
Nós vamos ruir como sociedade se isso continuar assim. Não tem como manter uma soceidade segura, próspera e avançando se tudo depender de rótulos que colocam em vc por causa do voto que vc exerce no jogo democrático. Teve brigas de família, teve término de namoro, sociedade acabada em empresa, teve um monte de merda espalhada por aí sem a menor justificativa.
É incrivel cara, surreal pensar que perguntar pra alguém sobre como a pessoa se posiciona em um debate sobre:
ESCOLHA APENAS UM: aborto ou economia ou estado ou armas ou o cacete...
... é suficiente pra rotular ela e, ousadamente, prever como é a opinião dela em todos os outros assuntos.
É como se agente tivesse ignorado a capacidade das pessoas pensarem separadamente sobre cada assunto desses, e automaticamente metesse uma camisa de time nela por causa que ela falou 1% do que pensa sobre o mundo.
Antes que venham me chamar de "ain, isentão, comunista, gado, bolsonarista, fascista, nazista etc etc", deixo aqui outra epifania pra vcs:
É possível sim alguém pensar sobre as grandes questões da sociedade de maneira isolada. Eu posso sim ter uma opinião sobre os 4 assuntos acima, bem formulada e embasada, que não me coloca em nenhum time. É possivel sim eu não me identificar com nenhum político, mas ainda defender meus interesses e crenças através do voto, afinal, temos que escolher vários representantes em 3 esferas e 3 poderes.
Garanto que vai ter gente me rotulando e xingando nos comentários, atribuindo que sou isso ou aquilo. Pra vcs, desejo-lhes boas vindas ao mundo real, onde tudo é difícil e complexo, e o buraco sempre é mais embaixo.
TL;DR: A polarização só aumenta, de várias maneiras, e isso é muito pergioso pra integridade da sociedade como conhecemos. Acredito que isso é um efeito da idolatria que umas pessoas atribuem a outras, leia-se fanatismo político. Acredito tmb que isso é errado, e que não deveria existir esse tipo de comportamento.
submitted by Dell_Abrin to brasilivre [link] [comments]


2020.04.22 04:32 ihattori nerd zé droguinha fodase k k k

OBS: fiz esse texto com o objetivo de recapitular esses últimos meses conturbados na qual minha vida mudou completamente e acabou ficando um texto gigante, então não espero que alguém leia (até eu to com preguiça de ler isso).

Desde os meus 12 anos fui um clássico adolescente fracassado. Ficava praticamente o dia inteiro no computador e só saia para comer ou fazer algo que era obrigado, na escola só falava com uns três amigos mesmo que tenha ficado na mesma turma desde o primeiro ano do fundamental e no Whatsapp não falava com praticamente ninguém. Porém antes eu não era assim, dava pra se dizer que eu era uma pessoa até que normal, mesmo que desde pequeno não tinha muitas habilidades sociais e sempre fui introvertido. Até que conversava com algumas pessoas na escola, saia para dar rolê pelo bairro, praticava esportes e essas coisas. Tudo começou a mudar quando meu tio morreu e isso desestabilizou toda a minha família, comecei a sofrer bullying na escola e coincidentemente conheci a pornografia.
Então minha rotina se tornou acordar praticamente na hora do almoço, ir para a escola esperando a hora de voltar para casa e quando chegava em casa ficava no computador jogando algo, vendo vídeos fúteis no youtube ou consumindo pornografia, que acabou se tornando um vício diário. Depois eu ia dormir umas duas horas da manhã e este ciclo se repetia sempre, raramente mudava. Isso foi até meus 15 anos, quando entrei pro ensino médio e comecei a estudar de manhã, então eu pelo menos acordava cedo e não ia dormir extremamente tarde. Porém os vícios somente mudaram de hora, pois eu chegava do colégio e ficava praticamente o resto do dia inteiro no computador. Na nova turma demorei praticamente dois meses para começar a socializar de fato, eu só ficava calado no meu mundinho esperando a hora de voltar para casa.
Minha relação com as mulheres também não era muito boa, eu tinha fucking 15 anos e ainda não tinha nem beijado. Não foi por falta de oportunidades, pois minha aparência até que é boa e eu não era um beta completo que não consegue nem falar com mulheres. Tinha perdido todas as oportunidades quando criança e quanto mais o tempo passava menos elas surgiam, até que chegou a um ponto que elas nem apareciam mais e eu tava tão imerso na minha zona de conforto que nem tinha vontade de criar as oportunidades e ir atrás de mulheres. Acho que não dava nem pra se dizer que eu era um beta, creio que cheguei abaixo desse nível pois eu nem chegava a tentar.
Até que aconteceu algo que mudou tudo. Uma colega minha tinha criado um grupo de umas pessoas que sentavam próximas na sala de aula e como eu falava um pouco com ela me colocou também. Nesse grupo ela também tinha colocado uma guria que tinha me chamado a atenção desde o inicio das aulas, pois ela tinha tanto uma aparência quanto um estilo diferenciados e ao mesmo minimalista, nada muito vulgar. Por esse grupo a galera falava mais sobre algumas coisas da aula mesmo, pois a maioria ainda tava se conhecendo. Eu até que interagia um pouco nesse grupo, pois tinha percebido que não interagia com praticamente ninguém da turma em mais ou menos 2 meses de aula. Até que um dia por causa de um trabalho que uma professora tinha dado entramos no assunto de pirâmide e eu sempre me interessei por tal assunto, e é aí que tudo começa.
A conversa foi rolando e chegou uma hora que só ficou eu e aquela moça que eu tinha me interessado conversando. E, namoral, fazia tempo que eu não tinha uma conversa tão boa, fluía muito bem tanto que começou no assunto de pirâmides e quando vê estávamos falando sobre brócolis (???). Mas o que chamou minha atenção foi que ela tinha umas ideias meio diferentes, curtia falar sobre coisas alternativas (tanto que a conversa começou com pirâmides e ETs) e isso também chamou a atenção dela, pois ela mesmo disse que se interessava muito sobre essas coisas e que nunca tinha ninguém para falar sobre. (exemplos de "coisas alternativas": ETs, filosofia, sociedades secretas, teorias, leis universais, espiritualidade, arte, geometria sagrada, etc.)
As ideias fechavam tão bem que em praticamente dois dias eu já tava apaixonado (modo beta ativado KKKK). Antes disso eu achava que já tinha me apaixonado, mas nenhum sentimento que eu já tinha tido por alguém chegava perto daquilo. Com isso, comecei a refletir sobre a minha vida e cada vez mais eu me ligava que eu era um lixo, não merecia ela e nem conseguiria a conquistar. Então comecei a usar a motivação que a paixão me proporcionava para meu auto-desenvolver.
Aí comecei a pesquisar no youtube diversos canais sobre desenvolvimento pessoal e ficava grande parte do tempo vendo eles, comecei a praticar no-fap (mesmo sem saber o que era, fui descobrir depois de começar a praticar) logo depois comecei a ler livros, me exercitar, cheguei até a tomar banho gelado e ficava muito menos tempo no computador. Também via muitas coisas sobre conquista e sedução, porque eu não tinha muita experiência com mulheres e queria usar de todas as ferramentas para conseguir ficar com ela.
Até ai tudo bem, estava me sentindo vivo depois de tanto tempo vivendo com um sentimento de vazio, estava com motivação para melhor como pessoa, tinha encontrado alguém que se interessava pelas mesmas coisas que eu, etc. Maas tudo têm dois polos e isso não é diferente. Como conversava com ela praticamente todo dia, acabei me viciando nela e isso virou meio que uma droga, pois quando eu tava falando com ela ficava num estado eufórico e estava extremamente motivado, porém quando via que ela demorava pra responder ficava num estado muito depressivo. Ela também diariamente ficava em call com um colega nosso (pior que ele era um zé droguinha k k) e isso me deixava muito fudido emocionalmente.
Com o tempo começamos a nos falar menos (normal, pois conversávamos todo dia) e descobri que ela gostava de um outro mlk de outra turma (zé droguinha repetente também KKK) e mesmo sabendo que ela já gostava dele antes de me conhecer isso me deixou mais mal ainda. Mesmo com tudo isso, continuava com essas variações de humor quando falava com ela e quando não falava, porém de um modo mais extremo, muitas vezes até pensando em suicídio. E era justamente isso que me impedia de criar intimidade com ela, era por isso que ela preferia os "zé droguinhas". Eles não estavam ligando pra ela, e para mim ela era única, eu sabia que não iria achar outra moça como ela tão facilmente. Isso me impedia de ser natural e de não tratar ela como a última pessoa do mundo, mesmo que eu tentasse isso é sútil e faz toda a diferença.
O tempo foi passando e eu estava perdido, sem saber o que fazer. Cheio de informação e sem saber como aplicar, e ai entra outro erro meu. Fiquei vendo diversos vídeos sobre conquista chegou um ponto que não sabia o que por na prática, se me declarava pra ela ou deixava rolar, se dava atenção para ela ou vivia minha vida normalmente pra mostrar para ela que ela não era prioridade arriscando perder contato com ela, etc. E eu acabei ficando nessa inércia, continuava falando direto com ela mas não conseguia evoluir na relação, pois sempre que tentava algo como iniciar um flerte ela meio que se esquivava. Assim foi até que um dia descobri que ela não estava mais apaixonada, e achei muito estranho pois nem sabia que ela estava. Fiquei feliz pois melhor para mim, porém o cenário mudou completamente quando descobri que na verdade ela estava apaixonada por mim.
Isso me deixou pior do que eu já tava, pois eu fiquei me sentindo um lixo por ter perdido a oportunidade. Tipo, não importava o que eu fizesse tinha grandes chances de dar certo porque ela tava fucking apaixonada por mim, porém eu não fiz simplesmente nada. Isso explica também o motivo dela se esquivar quando eu tentava algo, porém avaliei a situação e era muito óbvio o interesse dela em mim, só que eu estava com tanto medo de agir que ignorava os sinais. Mas mesmo assim em todo esse tempo nunca paramos de nos falar, somente tinha algumas pausas temporárias e agora tinha percebido que ela estava diferente, parecia não ligar tanto pra mim.
Não bastasse isso, nesse mesmo período descobri que iria me mudar no fim do ano. Isso conseguiu me deixar pior ainda, mas ao mesmo tempo feliz pois seria para Florianópolis. Aos poucos fui perdendo o sentimento por ela e consequente a motivação para manter meus hábitos. Voltei a ficar mais tempo no computador, a consumir pornografia (bem menos que antes), no fim o único hábito que consegui manter foi o da leitura. Pior que nesse tempo eu estava estudando a obra de Nietzsche e acabei me tornando niilista, nenhuma crença fazia sentido para mim, nem a vida. Para completar, estava tendo muitos atritos com minha família.
Então formou um combo: eu tinha perdido a oportunidade de ficar com ela, descobri que iria me mudar e perder o contato com todos meus poucos amigos e que iria possivelmente nunca mais ver ela, não via sentido na vida (mesmo com bastante conhecimento sobre religião, espiritualidade, etc.), e ainda estava com problemas em casa. Pelo menos como eu já tinha conseguido melhorar no quesito social por causa desse tempo em que busquei me aprimorar, pelo menos na escola eu ficava até que bem e socializava com geral.
Como eu sabia que iria me mudar, resolvi meter o fodase. Passei a não ligar pra opinião dos outros, falava com bastante gente e não estava me importando muito com desenvolvimento pessoal. Até que um dia eu estava chegando em casa e meu vizinho que era meu melhor amigo de infância me chamou pra casa dele. A gente não se fala muito pois eu tinha virado mais "nerd" e ele tinha se tornado mais "zé droguinha", mas nos dávamos bem até. Cheguei lá e tava ele e mais dois amigos, logo ele me ofereceu uma garrafa de Coca-Cola com um líquido estranho dentro e disse pra eu beber. Logo me liguei no que poderia ser, e como não estava lingando bebi tudo e ai eles me disseram que era MDMA dissolvido e que em alguns minutos o efeito iria começar. O máximo que eu já havia usado foi maconha em bong, mas isso era outro nível. Foi a melhor sensação que eu havia sentido na minha vida. Fritamos muito, os amigos dele que já eram meus conhecidos gostaram de mim e assim eu voltei a falar com esse meu amigo.
No outro dia fui pra escola sentindo um forte vazio existencial que é normal sentir depois de usar uma droga como essa, porém isso não era problema pois as 8 horas em que o efeito da droga geralmente dura valem a pena. Então, como voltei a falar com esse meu amigo conheci outros amigos dele e sem querer querendo eu estava me tornando um "zé droguinha". Não um zé droguinha no estilo favelado brasileiro, mas num estilo mais Lil Peep (que é um artista que eu ouvia pra krl na época e ainda escuto um pouco). Começou com eu indo na praça e fumando maconha e com o tempo foi piorando..
Antes disso tudo eu havia entrado numa "escola de autoconhecimento" na qual eu continuava indo mesmo depois de tudo isso ter acontecido eu ainda tinha um pouco de motivação para me auto-desenvolver. Então chegou a um ponto em que uma hora eu estava fumando em um bong e logo depois lendo um livro sobre desenvolvimento pessoal, uma hora eu estava meditando nesse curso de autoconhecimento e no outro dia estava bebendo e jogando sinuca em um bar. Eu estava completamente dividido.
Até que teve uma vez em que meu vizinho estava fazendo uma social com uns amigos e eu decidi ir ali, isso já era mais ou menos meia noite. Logo que cheguei já vi uma movimentação estranha e chegou um cara que eu não conhecia lá e tirou um pino de cocaína do bolso e foi fazendo as linhas. Todos começaram a cheirar e chegou na minha vez. Fiquei muito na dúvida, mas sempre que ficava na dúvida entre fazer algo ou não me lembrava dos anos em que perdi na frente de um computador e ia lá e inconsequentemente fazia (isso só não funcionava com a moça que eu estava apaixonado k k). Depois decidimos ir na praça e no caminho o meu amigo foi me falando da situação, disse que era a movimentação tava meio agitada pois era a terceira vez que tinha ido pegar pó e estavam sem dinheiro e o traficante disse pros caras que tinha ido pegar deixarem o relógio e o moletom com ele de garantia e que se eles não pagassem ele no outro dia ele iria matar eles. Nisso eles já estavam com uma dívida de uns 100 reais e todos estavam sem dinheiro, então decidi ajudar com os 20 reais que eu tinha sobrando e alguns deles iriam vender fones de ouvidos e carregador na estação de trem para conseguir juntar uma grana e pagar o plug.
Se você se pergunta o que os usuários ficam fazendo de madrugada drogados, é decepcionante. Ficavam falando sobre futebol, fazendo batalhas de rimas, falando sobre mina e essas coisas. Depois nós fomos dar uma volta pelo bairro, fumamos maconha e voltamos para casa e isso já era umas cinco horas da manhã. Cheguei, fui dormir e acordei as 06:30 para ir para o colégio, possivelmente ainda no efeito da maconha. As pessoas do colégio já tinham notado que eu estava diferente e algumas suspeitavam que eu estava usando drogas (de fato, eu estava), porém eu nunca tinha chegado a comprar droga, sempre usava se estava com alguém que tinha e não tinha criado nenhuma dependência. Algo que ajudou a acharem isso foi eu ter mandado uns áudios bêbado para aquele grupo em que conheci aquela moça e uma guria mandou no grupo da turma alguns desses áudios no grupo da turma (nunca mandem áudio bêbados, sério).
As pessoas da minha turma diziam me achar estranho pois no início do ano acreditavam que eu era um nerd que não falava com ninguém e agora eu conversava com todo mundo e que era um possível zé droga. E foi realmente isso que aconteceu, eu tinha parado de desperdiçar minha vida na frente de um computador e passei a desperdiçar queimando meu neurônios. Minha mãe sempre foi protetora e com razão suspeitava de mim, porém não achava que iria me envolver com essas coisas pois sempre fui tranquilo quanto a isso e também por que isso não é muito coisa de alguém que fica a maior parte do tempo no computador.
Um dia uns me chamaram para ir na praça e depois no bar jogar sinuca. Cheguei lá e eles estavam com um pino de pó, e como eu não tinha sentido bem os efeitos na primeira vez não liguei e usei de novo. Logo depois fomos para o bar e como eu estava com dinheiro decidimos comprar uma garrafa de vinho e jogar sinuca. Tomei dois copos e meio e lá estava eu, o nerd beta gamer cheirado e bêbado de vinho num bar kk. Foi uma sensação ainda melhor do que no MDMA, eu estava me sentindo um semideus, não ligava pra nada e falava coisas sem sentido. Porém, eu tinha que ir pra casa cedo e eu estava tão alterado que nem medo de chegar em casa naquele estado eu conseguia sentir, mas sabia que tinha que evitar ao máximo o contato (algo que eu já estava acostumado). Cheguei lá e vi que minha mãe já estava meio desconfiada então tentei evitar o contato mais ainda, depois fui pro computador e fiquei ouvindo música, as músicas pareciam 300% melhores enquanto eu estava naquele estado.
Fiquei um tempinho sem usar nada além de maconha as vezes e um dia fui na casa do meu amigo e notei que eles não estavam usando nada, mas tinha uma lata com um furo e já me liguei no que era, o famoso lança de baixo custo, vulgo loló/sucesso. Eu não tinha muito conhecimento sobre essa droga, só sabia que o efeito durava pouco e forte. Por isso, imaginei que fosse relativamente leve comparado a outras que já tinha experimentado. Experimentei e logo senti o famoso "tuin", meus pés e mãos começaram a formigar, meu batimento cardíaco aumentou e fiquei extremamente eufórico. Porém, depois de uns minutos o efeito passou e fiquei com uma certa dor no peito.
Vi que essa droga era muito mais forte do que eu pensava e decidi ir pesquisar sobre os efeitos colaterais dela e descobri que na verdade o que eu usei foi spray anti-respingo de solda, considerado um "crack dos inalantes" e que eu poderia até ter morrido se tivesse inalado mais. Então depois disso decidi não usar mais drogas (demorei kk), até por que eu iria me mudar em mais ou menos um mês.
E assim foi, com o tempo fui melhorando meu emocional e aprendendo a conviver com meus arrependimentos. Já faz uns 3 meses que estou morando em floripa e uns 7 em que me apaixonei por aquela moça, é bizarro pensar que tudo que aconteceu depois disso enquanto eu ainda morava no RS aconteceu em mais ou menos 4 meses. Estou tentando repor os hábitos e por alguns outros na minha rotina para meu desenvolvimento pessoal e pôr em prática o que aprendi depois de tantos livros lidos e tantos vídeos de auto-desenvolvimento assistidos. Por mais que tenha sido um período bem difícil, foi o período na qual mais aprendi e agora consigo equilibrar meu lado "nerd" e meu lado "zé droguinha", chegando a um equilíbrio. (OBS: perdi o bvl e a virgindade, finalmente).
Escrevi isso só para organizar toda essa série de acontecimento na minha cabeça, pois até hoje eu nem tinha entendido direito o que aconteceu, as coisas ficam muito vagas somente no plano mental. Se tu leu esse texto mau escrito até aqui tu é um guerreiro, pois nem eu to com vontade de ler tudo isso.
Algumas dicas que vou usar para mim mesmo, baseado no que extrai desse período da minha vida:
-Se quiser conquistar alguém, seja você mesmo e não torne a outra pessoa o centro da tua vida.
-A mentalidade de pensar "eu vou morrer mesmo" pra alguma decisão é boa, se usada conscientemente. Memento mori, carpe diem.
-Quanto maior o extremo de algo pior seus efeitos colaterais, e isso é uma lei. As drogas demonstram isso bem, pois quanto melhor o efeito e maior a acessibilidade da droga pior são seus efeitos colaterais. Ser um "nerd" é ruim mas tem seu lado bom, com ser "zé droguinha" não é diferente. A chave é o equilíbrio.
-São nas piores situações que mais evoluímos.
-Mais vale um livro compreendido e praticado do que 30 simplesmente lidos.
-Cuidado com as influência que recebe. Certamente se eu não ouvisse Lil Peep e não andasse com quem estava andando não teria sequer tocado numa droga KKK.
-Uma conversa aleatória com uma pessoa desconhecida pode mudar toda tua vida.
-Hábitos bons vão te ajudar muito, mas não vão fazer nada por ti.
-Não espere pelo momento perfeito para agir.
-Não fique devendo pro traficante
submitted by ihattori to desabafos [link] [comments]


2020.04.08 02:07 flagr97 Relato de um mochilão pela América Latina - Parte 1

Fala moçada!
Mais cedo fiz um post pra ver se vocês se interessariam por um diário de viagem de um mochilão realizado início do ano, por 5 países da América Latina: Argentina, Chile, Peru, Bolívia e Brasil.
Como são vários perrengues histórias, resolvi separar por partes, creio que posto uma por dia, para não saturar. Bom, vamos a primeira parte.

DIA 1

Minha jornada se inicia na cidade de Santa Maria (RS), onde eu morava no início do ano. Para iniciar bem o mochilão, estava chovendo, mas peguei um ônibus até uma das saídas da cidade na companhia do meu mochilão de 45L + uma mochila de costas. O destino do dia era São Borja, na fronteira com a Argentina, onde já tinha confirmado minha pernoite em um couchsurfing.
Descendo do ônibus, com um guarda chuva meio bosta que mais atrapalhava do que ajudava, estiquei meu dedão, mas não deu pra continuar com o guarda chuva, pois ele virava ao contrário a cada 30 segundos. A chuva não estava muito forte então resolvi guardá-lo.
5 minutos depois, para um carro (vocês verão nesses meus posts que é muito de boas de pedir carona no Brasil)
Um casal super simpático que me deixou em Santiago, uma cidade na metade do caminho. Lá, comi um pastel num posto de gasolina antes de continuar minha jornada de esperar na beira da estrada.
o que levou 7 minutos
Um corretor de imóveis vindo do litoral (super longe) indo para São Borja para pegar a assinatura de um cliente que comprou uma casa na praia, conversamos a viagem inteira e ele me deixou na mesma quadra da casa do couchsurfing que eu ia ficar, super gente fina, ainda tirei foto com ele porque ele tem um amigo que o sonho é viajar de mochilão assim haha.
Ou seja, cheguei no meu destino lá por 14:00, super cedo em quesito de carona, e passei o resto do dia na companhia dos meus anfitriões, fomos no porto comer pastel de peixe e beber cerveja.

DIA 2

O meu host se ofereceu pra me dar carona até a fronteira início da manhã, não tinha como recusar hahaha. Com isso, 7:00 eu já estava entrando na Argentina. Na fronteira mesmo já estiquei meu dedão, e logo uma camionete parou, que me levou uns 2 km até a ligação com a rodovia, já que ele ia para o outro lado.
Meu destino esse dia era Corrientes, que eu também já tinha couchsurfing confirmado para a noite e para os dias seguintes, já que queria visitar a cidade.
aí que começou um dos momentos mais demorados da viagem
Uns 10 minutos se passaram sem que ninguém parasse até uma camionete parar, que eu descobri que era a mesma que tinha me deixado ali. "entra que eu vou te deixar em um lugar melhor pra 'hacer dedo' (como nossos hermanos se referem a 'pedir carona')"
Andamos 1km e ele me deixou na entrada da cidade, antes de cruzar uma linha de trem, realmente, um lugar fantástico pra pedir carona, já que todo mundo reduzia por causa dos trilhos de trem.
O problema era o trecho mesmo kkkkk, nessa região os Argentinos são muito desconfiados, e não dão muita carona, tanto que tive que esperar três horas e meia até que um homem parasse num Jetta.
Meu plano era ir até Gob. Virasoro e pegar uma estrada que corta caminho, porém fui orientado pelo cara que me deu carona que nenhuma alma passava naquela cidade e que era melhor eu ir com ele até posadas e de lá pedir carona para Corrientes, bendito seja ele, porque foi mesmo.
Um louco no trânsito que a velocidade média da nossa viagem foi de uns 160km/h, aquele carro voava, chegamos 13:00 em Posadas, lá ele saiu da rota dele pra me deixar num lugar com posto policial, ótimo pra pegar carona.
Lembra do "bendito seja ele"? A próxima carona demorou 10 minutos, nada mal comparado a 3:30, estava um sol de rachar, mas deu tempo de tirar uma foto bem de bloguerinha mochileira.
Essa carona aí era uma família, casal e um filho, voltando de férias até Mendoza, eles tinham muuuuuito tempo de viagem pela frente, e iam passar por Corrientes. Jackpot! 4 horinhas de viagem garantidas, mas eu ia chegar no meu destino.
Muita conversa e tereré (Argentino é apaixonado por tereré) depois, eles me deixaram 2 quadras da casa da minha host do couchsurfing dos próximos dias, fui a pé e me encontrei com o pai dela, já que ela não estava em casa.
O resto fica para os próximos capítulos, até mais!
Parte 2 AQUI
submitted by flagr97 to brasil [link] [comments]


2020.02.21 14:56 AdsonLeo [Encontro Miojo] Coração de Palha (1º Lv; D&D 5e)

Olá pessoal. Segue uma aventura que publiquei há um bom tempo em um blog pessoal. Fazia parte de um draft inicial para testar o formato do blog e ver se dava certo e se eu conseguiria formatar algo que fosse nas linhas da 5ª edição e funcionasse como uma aventura rápida e digestível mas ainda assim profunda e que desse ganchos e opções. Também tinha como objetivo servir de complemento ao conto postado anteriormente, para dar mais valor a cada um dos conteúdos.
Depois de um tempo parado decidi postar aqui, onde há mais visibilidade que um blog com divulgação zero da minha parte. O objetivo é mesmo divulgar o meu... trabalho, não sei... e receber opiniões. Quem se sentir confortável para dar um feedback ficarei muito grato. A ideia é trazer mais coisas como essas caso seja um conteúdo válido e que as pessoas tenham algum interesse.
Para aqueles interessados o conto Voo de Asas Cortadas serve de prelúdio para essa aventura e, além de ser uma leitura legal, te ajudará a dar cara aos personagens e clima ao cenário. Como com qualquer aventura pronta, no momento que você a pega ela é sua. Faça o que bem entender! A única coisa que peço é para que, caso se divirta e use elementos dela, dê o devido crédito ao blog e autor (no caso eu). Ajuda bastante!
Este encontro é feito para um grupo de aventureiros de primeiro nível mas, como sempre, use como achar melhor. Mesmo que os encontros sejam fáceis no final o importante é a história e as consequência que virão dela. Nomes apresentados em negrito significam uma criatura presente em algum livro de D&D 5ª edição. Logo depois dele, entre parênteses, virá uma notação com o livro e a página. Sem mais delongas, fiquem com o miojão... digo, encontro de hoje.

Ganchos de Aventura

Seja como one-shot ou um episódio de uma campanha, você pode usar esse encontro da forma que quiser. Os aventureiros atravessaram uma névoa misteriosa e se encontram num local desconhecido. Ou os moradores de uma vila buscam ajuda para lidar com o casarão assombrado que fica afastado. Talvez todos que foram investigar o local não voltaram, e aqueles que passam lá perto escutam vozes e sons indicando atividade, porém estão assutados demais para se aproximarem. Quem sabe seja a casa de uma antiga companheira dos aventureiros, que resolveram passar para uma visita rápida.
Seja como for, o grupo se encontra de frente à propriedade sombria.

Localização

Mesmo durante o dia uma névoa mantém tudo escurecido e os aventureiros não enxergam muito longe. Vá descrevendo e dando os detalhes a medida que se aproximarem de cada estrutura. A propriedade consiste de uma casa, uma plantação pequena e um celeiro. Básico. Alguns corvos se empoleiram nos telhados das construções e voam preguiçosamente em círculos sobre o grupo. As aves crocitam constantemente, formando uma melodia macabra.

1. Casarão Abandonado

A casa pode ser tão pequena ou grande como você quiser. Ela está velha e suja, poeira por todo lado e teias de aranha muito densas nos cantos, além de parecer completamente abandonada. Distribua cômodos e mobília como quiser. Peça um Dexterity Saving Thrown de DC 13 para o primeiro que entrar. Numa falha ele leva 3 (1d6) pontos de dano piercing quando o chão se rompe sobre seus pés e as lascas de madeira perfuram sua perna.
O chão range constantemente e o grupo começa a ouvir vozes infantis vindo de algum lugar do alto da casa. As vozes dizem "Papa, papa" e, se decidirem investigar, eles se deparam com 4 (2d4) corvos, Raven (Monster Manual, 332). As aves imitam o som humano e pouco a pouco se empoleiram nas janelas, observando com seus pequenos olhos negros os aventureiros. Caso alguém ataque as aves elas voam ao redor dos personagens e os atacam com bicadas até que metade delas tenha sido derrotadas, no que as demais voam pela janela mais próxima.
Pela casa é possível encontrar retratos de um casal e, dentre as coisas esperadas numa casa normal, roupas para um bebê semi-costuradas. Um sucesso em um teste de Intelligence (investigation) DC 18 revela uma abertura secreta em um dos quartos. Dentro estão presentes antigas roupas de viagem, um foco arcano na forma de um pé de um ave de rapina, um manto de penas negras e uma algibeira com 10 gemas no valor de 50 pesos de ouro cada. Esse é todo o tesouro na casa além de kits de cozinha e outros utensílios domésticos comuns.

2. Plantação

Nada saudável cresce neste local, e a estacas de madeira pendem tortas onde antes um espantalho estaria. Caso os aventureiros tenham atacado os corvos na área 1 e pelo menos um tenha fugido o espantalho na área 3 fica ciente da presença deles e se disfarça como um objeto no centro da plantação. Um sucesso em um teste de Wisdom (perception) DC 16 revela sinais de movimento recente vindo do celeiro.
O espantalho se defende caso seja descoberto e atacado. Caso contrário espera os aventureiros passarem por ele e os pega de surpresa, tentando assustar um deles na primeira rodada. Se iniciar o turno com metade ou menos de vida, o espantalho foge para o celeiro, mudando claramente de postura, indo da ferocidade e loucura anterior para medo e desespero. Os corvos sobreviventes o seguem.

3. O Celeiro

A construção não é muito grande e está tão velha quanto o casarão. Com um sucesso em um teste de Wisdom (perception) DC 12 é possível ouvir o constante crocitar misturado com os sons de "Papa, papa" vindo de dentro. A porta está trancada e é possível abri-la com um sucesso em um teste de Strength (athletics) DC 15. As janelas estão barradas por tábuas de madeira pregadas.
O interior possui algumas caixas e sacos, mas o que mais chama a atenção é uma grande quantidade de cascas de ovo e penas negras espalhadas pelo local. Dentro de uma gaiola na extremidade oposta à entrada se encontra uma corvo (igualmente um Raven) enorme, que se vira para os aventureiros assim que eles entram. O local é escuro e a única iluminação presente é a fraca luz do sol filtrada pela névoa vinda da porta aberta. Na escuridão é possível ver o brilho de dezenas de olhos os observando em variadas alturas enquanto crocitam e repetem as palavras.
Dentro também está um espantalho, Scarecrow (MM, 268). Caso os aventureiros não consigam abrir a porta do celeiro na primeira tentativa o espantalho tem tempo para se esconder. Faça um teste de Dexterity (stealth) com vantagem para ele, ou use a stealth passiva (10 + Mod. de Dex. + 5 proveniente da vantagem) para pegar os aventureiros de surpresa caso eles tenham forçado a porta. Execute aqui a luta descrita no segundo parágrafo da área 2.
Tenha o espantalho fugido para cá ou lutado já no celeiro, com um terço da sua vida ele muda de atitude repentinamente e se joga de joelhos em frente aos aventureiros. Ele não fala mas entende comum, e tenta se comunicar desesperadamente por meio de gestos. Um teste bem sucedido de Wisdom (insight) ou Intelligence (investigation) DC 10 permite aos personagens entenderem o básico da mensagem.
O espantalho pede calma e diz não querer lutar, mas só consegue manter-se longe da loucura por pouco tempo. A cada poucos segundos ele agarra a cabeça, a balança forte e olha em direção aos corvos que os observam antes de voltar ao normal. Ele pede os aventureiros para libertarem a ave dentro da gaiola e os leva para um canto do celeiro. Neste canto, deitado no chão desacordado e acorrentado, está um humanoide meio corvo do tamanho de uma criança humana, um kenku, com a pele exposta em locais que suas penas foram arrancadas. O espantalho pede para que matem esse ser.
O kenku não possui nenhuma opção ofensiva, tem apenas 1 HP e qualquer ataque contra ele automaticamente acerta. Depois de morto, o kenku retorna à forma de uma criança humana. Todos os corvos no local, 10 (5d4) Raven, atacam os aventureiros, e a ave dentro da gaiola crocita o mais alto possível, se lançando contra as barras.
Caso libertem a corvo antes de matarem o kenku, ela tenta protegê-lo a todo custo, se interpondo entre o espantalho, os aventureiros e ele. Se já o tenham matado ou o façam, ela tenta voar para longe. Todos os corvos no local a seguem numa revoada.
Se, no final, decidirem por libertar a corvo aprisionada e manter ela e o kenku vivos, o humanoide não acorda de jeito nenhum e a ave não sai do seu lado. Os corvos no local pouco a pouco se aproximam, vindo pelo chão e se empoleirando mais próximos da cena.
Independente do que acontecer o espantalho volta à loucura e ataca o grupo novamente, lutando até a morte. Se eles forem gentis com a corvo todas as aves no local os ajudam contra o espantalho. Se a atacarem todas as aves lutam até a morte contra eles.
É possível se comunicar telepaticamente com a corvo presa. Ela revela toda a história do conto, inclusive que se chama Magleth e como ela, o marido e o filho foram transformados por servos da Rainha Corvo e não conseguem se livrar desta maldição de forma alguma, apesar de que em alguns momentos a magia vacila e o marido parece recobrar a consciência. Ela pede para que enterrem, cremem, ou executem algum outro ritual para libertar a alma da criança. Com isso feito ela se vê livre para voar com seus outros filhos ou talvez se unir ao grupo e tentar voltar à sua forma humana.
submitted by AdsonLeo to rpg_brasil [link] [comments]


2020.02.17 14:41 DizzyWritter Minha vida perdeu totalmente o rumo depois do término do meu relacionamento, e eu não tenho ninguém para conversar sobre

Bom, eu vou tentar resumir o máximo pois eu acho que ninguém aqui tem tempo pra ficar lendo uma história muito grande, mas vou tentar dar o máximo de detalhes possíveis.
Antes de namorarmos, já éramos melhores amigos por 6 anos, sempre nutri sentimentos por ela, mas nunca demonstrei afinal por todo esse tempo ela estava namorando, até que um dia ela terminou, passou um tempo solteira e foi quando eu tive a oportunidade de demonstrar o tanto que eu gostava dela, o máximo que eu podia, mas nunca passando da linha da amizade pois a respeitava muito, até que os dias foram passando, nosso sentimento foi crescendo e num belo dia estávamos namorando. Foi quando ela finalmente conseguiu se abrir e me contar sobre tudo que tinha traumatizado ela no relacionamento anterior, sobre quanto o ex namorado tinha sido abusivo, manipulador, babaca, entre outras coisas, e eu, como melhor amigo e agora namorado, sentei e ouvi, eu ouvi tudo sobre os traumas e inseguranças que ela tinha adquirido com aquele relacionamento, me tornei praticamente um psicólogo, ouvi coisas que até sinceramente eu não queria ter ouvido, mas para ajudar ela eu faria e fiz de tudo, e não me arrependo, eu ouvi, aconselhei, apoiei e coloquei ela pra cima, enquanto eu mostrava, dava todo o respeito e espaço e demonstrava que ela podia confiar em mim, que eu nunca ia fazer o que o cara fez, e acho que consegui fazer ela se sentir mais confiante, e não pensar mais nisso, deixar o passado pra trás e focar no futuro, e acho que depois disso ela ficou muito melhor.
Namoramos por 1 ano e eu posso dizer com certeza que foi um dos melhores anos da minha vida, nós vivíamos grudados, fazíamos tudo juntos, nos apoiávamos em todas as decisões, quando ela estava triste eu colocava pra cima, e vice versa, eu achava que tinha ganho na loteria e agora sim teria encontrado a companheira da minha vida, afinal, já éramos melhores amigos antes de namorar, eu não via nada que poderia dar errado. Depois de 1 ano de namoro e muito apoio moral e motivação por minha parte, ela conseguiu passar numa prova muito importante, e decidiu se mudar com os pais para outro estado, em busca de melhores oportunidades para o que ela queria fazer da vida, como nos amávamos bastante e não queríamos desistir, decidimos continuar com o namoro, dessa vez à distância, e a partir daí eu já comecei a me planejar, comecei a dividir minha jornada de estudos entre a faculdade que eu já estava na metade, e também comecei a estudar para concursos públicos, almejando uma vaga no estado para onde ela iria se mudar, já que na minha cabeça uma vaga garantida e a estabilidade de um servidor público me dariam a oportunidade de me mudar de vez pra perto dela, sair do meu ambiente familiar que é bem tóxico (isso talvez fique para outro desabafo), e a oportunidade de começarmos uma vida juntos, além disso, eu comecei a mandar currículos para um monte de vagas, na oportunidade de conseguir pelo menos um estágio, para ter um pouco de dinheiro e juntar para poder visitá-la.
Os primeiros 6 meses à distância não foram muito difíceis, apesar de ter as dificuldades da distância, conseguíamos ver coisas juntos, comentávamos pelo whatsapp, fazíamos chamadas pelo skype, até jogávamos alguns joguinhos multiplayer juntos para nos sentirmos mais juntos. O problema começou depois desses 6 meses, as brigas, que antes eram normais, coisas de casal, foram ficando mais frequentes, ela dizia que eu "não estava dando tudo de mim para ficarmos juntos", que eu estava "acomodado" e não estava "buscando de verdade emprego", que eu "nunca ia conseguir uma vaga do jeito que eu estava procurando", nós discutíamos, estressávamos um com o outro, mas eu sempre perdoava pois entendia que era problema da distância e juntos íamos conseguir superar, enquanto isso eu focava mais e mais nos concursos e continuava entregando currículos.
Mas as brigas continuavam, e foram ficando mais e mais frequentes, eu sentia ela mais distante, menos amorosa, tentava conversar mas ela sempre dizia que não era nada, algumas coisas de casal que a gente fazia e achávamos "fofinhas" não estávamos fazendo mais, paramos de fazer planos, praticamente tudo estagnou, ela estava muito distante, eu tentava animar, escrevia alguns textos pra tentar animar, mas acabávamos brigando pois ela dizia que eu só falava e não via nada mudar, apesar de eu estar tentando mais que tudo fazer as coisas darem certo. Até que um dia, no finalzinho do ano, sem termos brigado, sem estarmos estressados um com o outro, sem nada, ela me manda mensagem dizendo que quer conversar e termina comigo, sem mais nem menos, dizendo que "estava cansada da distancia", que "me falava as coisas e eu nunca mudava" se referindo à minha forma de tentar arrumar emprego, que eu "nunca ia achar uma vaga dessa forma" e que "estava cansada de namorar um celular". Eu tentei argumentar para que talvez continuássemos juntos mas ela estava decidida e disse que isso seria "empurrar com a barriga o relacionamento", mesmo contrariado e triste, eu aceitei o término e pedi pra ficar um tempo sem nenhum contato com ela, já que eu ainda tinha sentimentos e teria que ter um tempo pra ficar sozinho e ver o que eu ia fazer, ela aceitou, mas acabou que semanas depois ela sempre me mandava mensagem pedindo algum tipo de ajuda, e eu, besta que sou, ficava achando rude não responder ou negar, e sempre ajudava.
Então, se passou um mês do término, eu ainda estava na merda, e por um golpe de sorte, um pouco de intuição e ajuda de alguns amigos em comum, eu descobri que ela já estava com outra pessoa, e dizendo que "era uma situação atípica", que ela estava com raiva e não queria mais saber de ninguém depois do nosso término, mas que "o universo agiu para eles ficarem juntos", que eles estavam "só se conhecendo, indo devagar", e que "ele entendeu ela, e deu mais confiança no pouco tempo que se conheceram do que eu dei em todos os anos de amizade e namoro".
E agora eu estou aqui, depois de saber disso, quebrado, vazio, machucado, sem rumo nenhum na vida, pois tudo que eu mais queria era ficar junto dela, e agora não tenho mais nada, estou flutuando entre dias que estou "bem" e até consigo me concentrar em uma coisa ou outra, e dias que eu não consigo fazer nada a não ser ficar deitado o dia todo vendo vídeos aleatórios, até dar a hora de fazer alguma obrigação em casa, e até chegar a hora de dormir, onde eu me abraço no travesseiro, choro e depois durmo, eu não sei mais o que fazer da minha vida, e o que piora é que eu estou num momento que não tem nada pra fazer, eu acabei de acabar um curso que estava fazendo nas férias, tentei entrar em outros mas não gostei de nenhum, minha faculdade só volta no começo do mês que vem, e eu estou totalmente perdido, eu sinceramente não vejo mais nenhuma beleza na vida, estou quase abraçando a ideia de que relacionamentos não foram feitos pra mim, eu já sou chato pra gostar das pessoas, algumas já passaram na minha vida, mas amar mesmo (100%, como eu penso que é amar), eu só amei duas pessoas, e essas duas conseguiram me deixar de coração partido de uma forma ou outra, eu estou muito tentado a me fechar pra sempre para relacionamentos, eu não sei mais o que fazer, nem sei como tirei forças pra escrever tudo isso, eu não tenho ninguém para conversar sobre isso pois todos os amigos que eu tentei falar sempre me falavam coisas como que eu devia "sair para a balada e pegar todas" ou comer uma p***, mas eu não sou assim, nunca fui e não pretendo ser, então eu descobri esse subreddit e decidi escrever aqui pra tentar deixar meu coração mais leve, e talvez algum de vocês ler e conseguir me dar um conselho, uma luz, qualquer coisa, desculpem pelo texto gigante, eu espero que vocês leiam e me ajudem, muito obrigado por terem aberto essa oportunidade das pessoas desabafarem, desde já obrigado demais a vocês.
submitted by DizzyWritter to desabafos [link] [comments]


2020.02.01 21:07 BrobsPrimer 7 motivos do (estilo musical) ser o pior estilo musical já inventado na história da humanidade:

Primeiramente, gostaria de me desculpar com quem gosta desse estilo musical e avisar de antemão que tudo o que está escrito aqui pode ser extremamente ofensivo. Sei que cada um gosta de uma coisa e que tudo isso se trata de pura generalização e preconceito musical de minha parte. Gostaria que encarassem tudo isso como sendo somente uma zoeira. Aliás, como diz o próprio os seres intelectuais que veneram x estilo de música, “mur dur meu estilo é melhor”, certo?
Já que de acordo com o seres intelectuais e seus apoiadores, todos os outros estilos de música são “inferiores”, gostaria de expor aqui toda uma generalização, ao mesmo nível “chatopracaralho”, incluindo todos os motivos que considero o (estilo musical) o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
Sinta-se à vontade de discordar. Vamos lá:
1.Esse estilo “exemplar” para a cultura brasileira consiste (via de regra) em x temas: aquele que eu n gosto, aquele que acho ofensivo, aquele que acho sem graça, aquele azul escuro. Tudo isso, obviamente, é proposital e serve pra impedir que seus ouvintes pensem ou se questionem sobre qualquer coisa que acontece ao seu redor.
Via de regra, não existe música de (estilo musical) que trate sobre o que quero ouvir, a cor da minha bolsa, a ração do meu cachorro, o café da minha mãe. É só cantar sobre esses x temas e “tá bom”, vida que segue, bora pegar busão socado amanhã 5:00 hrs e tomar no ** pra pagar as contas desse mês, "ninguém precisa parar pra pensar em mudar nada disso".
2. O tipo de pessoas que frequentam (locais de recreação de X estilo) são x:
¹O (inserir esteriótipo que eu não gosto aqui) com camisa y e calça y. De quebra, o cara ainda pensa diferente de mim, tem origem diferente da minha, e não gosta do que gosto. Aliás, ele geralmente NÃO É esteriótipo raiz de verdade. Aliás, é o tipo de gente que geralmente odeia esteriótipo raiz;
²A (inserir outro esteriótipo que eu não gosto aqui), que faz atitude que eu completamente abomino por motivos inexistente além de falta do que fazer, mas que vive de um jeito que não deveria importar a mim nem a ninguém mas me importo mesmo assim pq não(?) advindo do esteriótipo que eu não gosto número 1. “esteriótipos que eu não gosto” esses que não usam camisinha, por fontes de "vozes da minha cabeça”, ou porque eles n fazem algo que eu quero então são escrotos.
3. O (estilo musical) é um estilo de música que “recicla” o (estilo musical 2) clássico, daquele que segue tal coisas que eu gosto e apoio e portanto são as únicas coisas corretas. O (estilo musical) pega todo esse significado e o resume a um punhado de vômito de baladeiro com catinga de (bebida ou droga tipica do seguidor do (estilo musical) aqui);
4. (Estilo musical) não pode reclamar da “complexidade” musical do (outro estilo musical), JAMAIS. Todo grupo do (estilo musical) tem músicos extremamente competentes (pagam bem, inclusive), mas isso não impede que todas as músicas possuam a mesma linha de batida que eu não gosto, todos elas com exatamente a virada que não curto. O cantor “principal” do grupo, geralmente é um (esteriótipo que não gosto aqui) alcançando 1/4 do potencial dos cantores do (estilo musical 2) clássicos. Todos os refrãos são executados de maneira que não gosto, falam de coisas que não curto e não tem sentido pra mim logo é lixo. Tudo isso propositalmente (claro), para colar na cabeça do ouvinte e impedir que ele raciocine sobre qualquer problema social que possivelmente enfrente.
5. Seus locais de recreação são de padrão diferente do meu, e recheadas de (esteriótipo que não gosto aqui) para um car*lho. Existem inúmeras fotos na internet de locais de recreamento que só dão VIP(ou entradas de graça) pra mulheres que tais locais de recreamento consideram “bonitas”, por exemplo novamente sendo algo que não gosto é lixo.
6. Você já viu cantor famoso de (estilo musical) (condição/raça/gênero x)? Pois é. É porque não tem. Nos (estilos musicais 2) eles estavam lá, quem não se lembra do x do grupo “x”? Pois é, mas no pior estilo musical já inventado na história da humanidade, (condição/raça/gênero x) não tem espaço. (condição/raça/gênero x) não pode cantar para um bando de (esteriótipo que não gosto). Provavelmente porque esse público acha que “lugar de (condição/raça/gênero x) é no (estilo musical 3)”, estilo de música que essa gente geralmente despreza veemente.
7. Já faz mais de uma maldita década que (estilo musical) é popular nesse país. Maldito o dia que a " (musica x)” do cantor X fez sucesso. Até onde sei, foi a partir desse “hit” que esse estilo de música tomou força no país. Antigamente tínhamos (estilos que eu acho underground e curto) Mas não mais. Agora, o único estilo musical popular que a pessoa relevante que eu não gosto quer manter é o “excrementável” (estilo de musica). Um estilo de música de padrão diferente do meu, executados de maneira que não gosto, falam de coisas que não curto e não tem sentido pra mim, onde o perfil de quem escuta é geralmente o de (esteriótipo que eu não gosto). É esse o “molde” do “(espantalho)” que x influência quer nos transformar. E é por isso que o (estilo musical) é, de longe, o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
submitted by BrobsPrimer to brasil [link] [comments]


2020.02.01 20:29 chmasterl 7 motivos do Metal ser o pior estilo musical já inventado na história da humanidade:

7 motivos do Metal ser o pior estilo musical já inventado na história da humanidade:
Primeiramente, gostaria de me desculpar com quem gosta desse estilo musical e avisar de antemão que tudo o que está escrito aqui pode ser extremamente ofensivo. Sei que cada um gosta de uma coisa e que tudo isso se trata de pura generalização e preconceito musical de minha parte. Gostaria que encarassem tudo isso como sendo somente uma zoeira. Aliás, como diz o próprio presidente que não sabe da existência desse estilo de música, “acabou o politicamente correto”, certo?
Já que de acordo com os metaleiros e seus apoiadores, todos os outros estilos de música são “inferiores” (incluindo funk, rock e mpb), gostaria de expor aqui toda uma generalização, ao mesmo nível “bolsonarístico”, incluindo todos os motivos que considero o Metal o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
Sinta-se à vontade de discordar. Vamos lá:
1.Esse estilo “exemplar” para a cultura norueguesa consiste (via de regra) em 4 temas: Lovecraft, Tolkien, Satanismo e Maconha. Tudo isso, obviamente, é proposital e serve pra impedir que seus ouvintes pensem ou se questionem sobre qualquer coisa que acontece ao seu redor.
Via de regra, não existe Metal que trate sobre miséria, exclusão social, fome ou violência. É só cantar sobre esses 4 temas e “tá bom”, vida que segue, bora pegar busão socado amanhã 5:00 hrs e tomar no ** pra pagar as contas desse mês, "ninguém precisa parar pra pensar em mudar nada disso".
2. O tipo de pessoas que frequentam shows de Metal são 2:
¹O playboy bolsonarista com camiseta de banda que ninguém conhece dos anos 80 e calça jeans coladaça no ânus. De quebra, o cara ainda é machista, elitista, homofóbico e ignorante. Aliás, ele geralmente NÃO É metaleiro de verdade. Aliás, é o tipo de gente que geralmente odeia metaleiro;
²O neckbeard incel, igualmente burro, que faz de conta que não pega ninguém por própria opção e por não ligar pra repreensão da sociedade (obviamente), mas que vive com polução ao acordar de manhã por nunca ter transado.
3. O Metal é um estilo de música que “recicla” o rock clássico, daqueles hippies simples, humilde, de bom coração, que é apaixonado por uma mulher e pela natureza. O Metal pega todo esse significado e o resume a um punhado de vômito de "cantor" de Death Metal com catinga de energético e skyy vodka (bebida típica dos metaleiros);
4. Metaleiro não pode reclamar da “complexidade” musical do funk, JAMAIS. Toda banda de Metal tem músicos extremamente competentes (ganham pouco, inclusive), mas isso não impede que todas as músicas possuam a mesma linha de baixo e bateria, todos elas com exatamente as mesmas viradas. O cantor “principal” do grupo, geralmente é um saradão de academia que canta que nem uma cadela no cio, não alcançando 1/4 do potencial dos cantores de rock clássico. Todos os riffs são repetitivos, irracionais e vazios de significado. Tudo isso propositalmente (claro), para colar na cabeça do ouvinte e impedir que ele raciocine sobre qualquer problema social que possivelmente enfrente.
5. Suas casas noturnas são elitistas, racistas e sexistas para um car*lho. Existem inúmeras fotos na internet de casas noturnas qque só possuem homens brancos, já que mulheres têm medo de serem assediadas e pessoas de cor têm medo dos neonazistas. Inclusive, foi criada uma página no facebook só pra expor tudo isso.
6. Você já viu cantor famoso de Metal negro? Pois é. É porque não tem. Nos subgêneros pré-Metal antigos eles estavam lá, quem não se lembra do Jimi Hendrix do grupo “The Jimi Hendrix Experience”? Pois é, mas no pior estilo musical já inventado na história da humanidade, negro não tem espaço. Negro não pode cantar para um bando de branco elitista conservador. Provavelmente porque esse público acha que “lugar de negro é no funk”, estilo de música que essa gente geralmente despreza veemente.
7. Já faz mais de uma maldita década que o Metal é ignorado nesse país. Maldito o dia que o “Gwaaaaaaaar” do Power From Hell (cujo vocalista foi acusado de atacar mulheres em Guarulhos) fez sucesso na cena underground. Antigamente tínhamos axé, reggae, pagode, forró, e música de verdade como Linkin Park, System of a Down e Nickelback... Mas não mais. Um estilo de música elitista, irracional, simplório e sexista, onde o perfil de quem escuta é geralmente o de um conservador hipócrita e ignorante. É esse o “molde” do “cidadão de bem ideal” que o governo quer nos transformar. E é por isso que o Metal é, de longe, o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
submitted by chmasterl to circojeca [link] [comments]


2020.02.01 19:34 chmasterl 7 motivos do Metal ser o pior estilo musical já inventado na história da humanidade:

Primeiramente, gostaria de me desculpar com quem gosta desse estilo musical e avisar de antemão que tudo o que está escrito aqui pode ser extremamente ofensivo. Sei que cada um gosta de uma coisa e que tudo isso se trata de pura generalização e preconceito musical de minha parte. Gostaria que encarassem tudo isso como sendo somente uma zoeira. Aliás, como diz o próprio presidente que não sabe da existência desse estilo de música, “acabou o politicamente correto”, certo?
Já que de acordo com os metaleiros e seus apoiadores, todos os outros estilos de música são “inferiores” (incluindo funk, rock e mpb), gostaria de expor aqui toda uma generalização, ao mesmo nível “bolsonarístico”, incluindo todos os motivos que considero o Metal o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
Sinta-se à vontade de discordar. Vamos lá:
1.Esse estilo “exemplar” para a cultura norueguesa consiste (via de regra) em 4 temas: Lovecraft, Tolkien, Satanismo e Maconha. Tudo isso, obviamente, é proposital e serve pra impedir que seus ouvintes pensem ou se questionem sobre qualquer coisa que acontece ao seu redor.
Via de regra, não existe Metal que trate sobre miséria, exclusão social, fome ou violência. É só cantar sobre esses 4 temas e “tá bom”, vida que segue, bora pegar busão socado amanhã 5:00 hrs e tomar no ** pra pagar as contas desse mês, "ninguém precisa parar pra pensar em mudar nada disso".
2. O tipo de pessoas que frequentam shows de Metal são 2:
¹O playboy bolsonarista com camiseta de banda que ninguém conhece dos anos 80 e calça jeans coladaça no ânus. De quebra, o cara ainda é machista, elitista, homofóbico e ignorante. Aliás, ele geralmente NÃO É metaleiro de verdade. Aliás, é o tipo de gente que geralmente odeia metaleiro;
²O neckbeard incel, igualmente burro, que faz de conta que não pega ninguém por própria opção e por não ligar pra repreensão da sociedade (obviamente), mas que vive com polução ao acordar de manhã por nunca ter transado.
3. O Metal é um estilo de música que “recicla” o rock clássico, daqueles hippies simples, humilde, de bom coração, que é apaixonado por uma mulher e pela natureza. O Metal pega todo esse significado e o resume a um punhado de vômito de "cantor" de Death Metal com catinga de energético e skyy vodka (bebida típica dos metaleiros);
4. Metaleiro não pode reclamar da “complexidade” musical do funk, JAMAIS. Toda banda de Metal tem músicos extremamente competentes (ganham pouco, inclusive), mas isso não impede que todas as músicas possuam a mesma linha de baixo e bateria, todos elas com exatamente as mesmas viradas. O cantor “principal” do grupo, geralmente é um saradão de academia que canta que nem uma cadela no cio, não alcançando 1/4 do potencial dos cantores de rock clássico. Todos os riffs são repetitivos, irracionais e vazios de significado. Tudo isso propositalmente (claro), para colar na cabeça do ouvinte e impedir que ele raciocine sobre qualquer problema social que possivelmente enfrente.
5. Suas casas noturnas são elitistas, racistas e sexistas para um car*lho. Existem inúmeras fotos na internet de casas noturnas qque só possuem homens brancos, já que mulheres têm medo de serem assediadas e pessoas de cor têm medo dos neonazistas. Inclusive, foi criada uma página no facebook só pra expor tudo isso.
6. Você já viu cantor famoso de Metal negro? Pois é. É porque não tem. Nos subgêneros pré-Metal antigos eles estavam lá, quem não se lembra do Jimi Hendrix do grupo “The Jimi Hendrix Experience”? Pois é, mas no pior estilo musical já inventado na história da humanidade, negro não tem espaço. Negro não pode cantar para um bando de branco elitista conservador. Provavelmente porque esse público acha que “lugar de negro é no funk”, estilo de música que essa gente geralmente despreza veemente.
7. Já faz mais de uma maldita década que o Metal é ignorado nesse país. Maldito o dia que o “Gwaaaaaaaar” do Power From Hell (cujo vocalista foi acusado de atacar mulheres em Guarulhos) fez sucesso na cena underground. Antigamente tínhamos axé, reggae, pagode, forró, e música de verdade como Linkin Park, System of a Down e Nickelback... Mas não mais. Um estilo de música elitista, irracional, simplório e sexista, onde o perfil de quem escuta é geralmente o de um conservador hipócrita e ignorante. É esse o “molde” do “cidadão de bem ideal” que o governo quer nos transformar. E é por isso que o Metal é, de longe, o pior estilo musical já inventado na história da humanidade.
.
.
.
.
.
.
PS: Amo Metal, não me matem, pf.
submitted by chmasterl to brasil [link] [comments]


2019.11.08 18:44 nRichhhy Quais seriam suas alterações no elenco pra 2020?

Queria saber a opinião de possíveis reforços que podem chegar e uma lista de dispensa pra reformulação do elenco (lembrando que é somente elenco, não vou entrar no mérito de diretoria) aqui vou fazer a minha e queria saber a opinião de vocês sobre
Goleiros - Weverton, Prass e um goleiro da base seria o suficiente pro ano de 2020, gosto muito do Jailson mas não acho necessário manter ele, podendo dar lugar a um goleiro da base e pra 2021 ai sim contratar algum goleiro pra substituir o Prass por conta de uma possível aposentadoria
Zagueiros - Gomez e Vitor Hugo mantidos mesmo a defesa não sendo tão boa quanto no começo do ano, pra mim os dois entram nos melhores que jogam no brasil, Dracena por idade (tirar mais um salário alto da folha), Antônio Carlos por questão técnica e SEMPRE falhar em jogos importantes no qual jogou (vide paulistão 2018) e Luan por ser um zagueiro inseguro (naquele jogo contra o Grêmio no pacaembu foi bizonho pois nem chutão ele conseguia dar de tão em choque que tava)
Laterais Esquerdos - Victor Luis mal teve chances durante o ano e pra mim é uma boa opção caso o outro lateral esteja suspenso ou machucado além de toda história de ser da base e identificação com o clube então eu o manteria, já o Diogo Barbosa sempre parece que tá jogando com uma má vontade desgraçada, no segundo gol do grêmio do pacaembu deixou de acreditar na jogada e deixou o Alisson sozinho pegando rebote, no jogo contra o Ceará tava andando enquanto o cara tava sozinho quase marcando o gol e fazendo o Weverton salvando o time, então seria um jogador para venda e no seu lugar a necessidade de um lateral direito de peso.
Lateral Direito - Por mais que o Mayke tenha cometido uma falha grotesca contra o Vasco, acho ele um bom lateral e foi titular quase durante todo o brasileirão de 2018, acho ótimas as chegadas dele na linha de fundo e acho ele ok defensivamente. Marcos Rocha defensivamente pra mim é uma coisa triste de se ver, por mais que apoie bem ofensivamente durante o mata-mata contra o Inter ele sempre sofre absurdos contra o Patrick/Edenilson e sempre compromete a defesa. Jean nem preciso comentar, pra mim é um ex-jogador em atividade que só quer pegar dinheiro do clube.
Volantes - Felipe Melo por mais que comprometa e MUITO o time em momentos importantes como Paulista 2018, Libertadores 2018/2019 foi o melhor do time durante uma parte do ano e pra mim ainda tem bola pra jogar mais um ano pelo menos, Matheus Fernandes pra mim foi uma contratação em 2019 feita pro ano de 2020 pois mal teve oportunidades e acho que ele pode evoluir bastante também, Ramires não tem o mesmo potencial de evolução mas já que pagam 1 milhões por mês pra ele fazer tour no DM que jogue pelo menos 1 ano direito, Bruno Henrique pra mim é um dos caras que ou ele faz gol e salva o time ou afunda o meio de campo e marca muito mal (como no gol do Nathan no jogo do Atlético Mineiro) além de toda aquela treta envolvendo a mulher dele etc sinto que não tem mais clima pra ele aqui então venderia pra contratar um segundo volante do mesmo nível e que seja menos inconstante. Thiago Santos sempre é aquele volante raiz mas é triste ver o cara errando todos passes possíveis etc, por mais que tenha ganhado muita coisa aqui não acho ele uma opção BOA pra reserva por mais que marque muito bem, acho que poderia ser vendido para um time que fique na segunda parte da tabela
Meias - Scarpa e Zé Rafael para mim são SIM bons jogadores que ainda podem agregar ao elenco, pra mim o Scarpa até mais do que o Zé por mais que o Scarpa seja muito irritante tentando chutar toda bola que recebe e acertando 1 de 20, talvez até o Scarpa no time titular e o Zé no Banco para mim seria OK. Lucas Lima também é um dos jogadores mais sem vontade que já vi aqui e tem um salário altíssimo, o preço de manter ele no elenco pelo o que ele entrega não vale nem um pouco a pena. Raphael Veiga sempre senti que ele treme horrores quando joga aqui, nunca vi ele fazendo uma grande jogada, parece que é aqueles jogadores que só sabe tocar pro lado além da insatisfação que já demonstrou ter por ficar no banco então pra mim é mais um a ser vendido pra um time de segundo escalão como até o próprio Athletico, Hyoran por mais que seja um pouco parecido com o Veiga parece se entregar mais ao time além de ter feito algumas partidas boas como contra o Grêmio no primeiro turno desse ano, não sei se a falta de ritmo atrapalhe ele ou se um empréstimo faria bem, mas eu manteria pra ficar no banco.
Atacantes - Deyverson pra mim é um caso inexplicável pois não sei o que esse cara ainda faz no elenco, por mais que faça uns gols (na sua incrível média de 1 a cada 4 jogos) pra mim é totalmente pirado, não agrega ao time e mata TODA jogada que recebe bola ou precise puxar contra-ataque, pra mim vender ou usar como moeda de troca é a melhor opção, mas NÃO DÁ pra manter esse cara no elenco, Borja pra mim foi a maior enganação da história do clube e também tentaria vender pois não tem mais clima e também a qualidade técnica dele já provou ser baixa, Carlos Eduardo pra mim é um dos piores jogadores que já vestiu a camisa do clube e 24 milhões nele pra mim tem algo muito sujo por trás disso, mas tentaria vender pra tentar recuperar pelo menos uma parte desse valor absurdo (por mim os 3 eram dispensados mas tem que pensar na economia do clube), Dudu e Luiz Adriano para mim continuariam como titulares no ano que vem e Willian seria um ÓTIMO reserva mas precisamos de jogadores do nível do Dudu para ataque/meio e o Willian as vezes não entrega tudo isso, além de dar mais chances ao Angulo também.

FICA: Weverton, Prass, Gomez, Vitor Hugo, Victor Luis, Mayke, Felipe Melo, Matheus Fernandes, Ramires, Scarpa, Zé Rafael, Hyoran, Dudu, Willian, Luiz Adriano.
TENTA VENDER: Luan, Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Bruno Henrique, Thiago Santos, Veiga, Lucas Lima, Borja, Deyverson, Carlos Eduardo.
DISPENSA: Jailson, Dracena, Antonio Carlos, Jean.

Necessário contratar:
2 Zagueiros reservas que sejam bons como o Gustavo Henrique do santos já seria o suficiente.
2 Laterais para serem titulares de grande nível pois os atuais que são incontestáveis atrapalham MUITO defensivamente.
1 Volante que seja excelente (por mim tentar achar um cara aleatório que jogou MUITO como Moisés e Tche Tche em 2016 seria o ideal e o suficiente) e até subir algum da base caso seja necessário por lesão ou suspensão dos outros.
2 Meias sendo um que possa evoluir e tenha tido boas atuações durante esse ano, e outro que seja no mesmo nível do Dudu para dividir protagonismo no time (Ou já utilizar o Gabriel Veron)
1 Centro avante de bom nível para substituir o Luiz Adriano já que o mesmo se machuca muito
2 Pontas sendo um de grande nível também para dividir protagonismo e outro que seja bom caso aconteça lesões ou suspensões já que Hyoran ou Veiga de ponta simplesmente é horroroso. (Utilizar mais o Angulo também)
submitted by nRichhhy to palmeiras [link] [comments]


2019.10.18 21:02 vini_damiani VFC Avalon: A melhor AEG do Brasil

VFC Avalon: A melhor AEG do Brasil
Essa é a minha Review da minha AEG preferida, a VFC Avalon Calibur, a espada da pedra. Eu vou comparar ela com suas principais competidoras, a Krytac Trident e a Ares Octarms e falar sobre todas suas características e performance. Eu vou estar usando a VFC Avalon Calibur Carbine como referência pois é a Avalon com o melhor custo benefício (No valor de aproximadamente R$2400-2800) contando com a tecnologia Crusader e Maple Leaf
https://preview.redd.it/eaeroyjaect31.png?width=810&format=png&auto=webp&s=ebcf458fb3780bf51c5ae02d1c606ac48e10b87c
Todas as Avalons contam com um Mosfet em linha, gearbox e engrenagens reforçadas, um cilindro com meio trilho em metal, um gatilho reto, equipamento QRS (Coronha ajustável, Mira dobrável, Magazine Midcap 120BBs e Grip), a maioria inclui um muzzle break em Aço. A forma varia entre H&K 416 (Calibur) e M4A1 (Saber), com versões de Carabina e de CQB. Hopup é em plástico ajustável e muito bom de usar. O corpo é inteiro de alumínio de altíssima qualidade, acabamento perfeito e muito bonito. É recomendado usar uma bateria 11.1 LiPo para a melhor performance, a AEG leva a bateria sem problema com gearbox reforçada e mosfet. A coronha é grande o suficiente para colocar a maioria das baterias e tem compartimentos que você pode adicionar para aumentar o espaço. O preço varia bastante entre R$2000 e R$3500 colocando ela no Mid-High end, comparável a Krytac e Ares.
VFC Avalon vs VFC Leopard vs VFC VR16. Quais as diferenças? bem poucas. a VFC VR16 é a série base da Avalon, a Geração 1, Conta com um cano e bucking padrão da VFC e um mosfet mais antigo, é identificada pelo escudo da VFC no magwell. A VFC Avalon representada acima contem um cano e bucking de precisão da Maple Leaf, tecnologia Crusader com um charging handle e mag release ambidextro customizado e um Hopup mais avançado. A Série Leopard tem um visual um pouco diferente, com detalhes em vermelho e um handguard parecido com o da LVOA or G&G Predator. Por dentro é idêntica a Avalon.
Como ela se compara com a Krytac e Ares?
Precisão: Tanto a VFC como a Krytac tem uma precisão superior a Ares, a Krytac perde um pouco pra VFC devido ao Cano e Bucking Maple Leaf Presentes na série Avalon de fabrica. A performance das 3 é relativamente próxima mas por pouco a VFC Avalon sai ganhadora.
Taxa de Disparo (ROF)(Resposta no Gatilho): Embora a taxa de disparo seja praticamente a mesma, com a VFC sendo um pouco melhor, dessa vez a vencedora é a Ares, com a Krytac e a VFC não tendo gatilho eletrônico a Ares tem um gatilho mais curto com um tempo de resposta menor, porém isso leva a problemas de compatibilidade. As AEGs da Ares usam sistemas proprietários de gatilho e engrenagem, necessitando também de um aparelho próprio para a programação dele.
Qualidade: A VFC Avalon ganha denovo, seu corpo é construído de alúminio de altissíma qualidade. É bem leve ganha de longe da Krytac, conhecida por rachaduras no Receiver e dobrar sobre pressão. O design da VFC é um pouco mais classíco e não tem as linhas mais modernas e agressivas da Krytac e Ares. A série Amoeba da Ares é bem mais leve, porém é de polímero, enquanto as full metal (Octarms) deles não se comparam a VFC em qualidade.
Upgrades: Mais um ponto vai para a VFC Avalon, As AEGs da Krytac usam um engrenagem proprietária enquanto a Ares também usa e tem todo o gatilho e microswitch proprietários. a VFC Avalon não tem nada proprietário nela, da pra trocar tudo!
Custo Benefício: Mais uma vez, o troféu vai para a VFC Avalon. Com seus modelos mais acessíveis por volta de 2200-2400 Reais, no mesmo custo da Ares, tem uma performance melhor que a Krytac, que custa acima de R$3000, com seu modelo mais barato por R$2600, porém muitas vezes passando de R$4000 com a LVOA.
Conclusão:
A VFC Avalon provou superar sua competição, sendo considerada uma das melhores AEGs no mundo todo, consegue superar tudo no mercado Brasileiro por seu preço. Não existe nenhuma AEG que supera ela pelo seu custo. Ela não é uma AEG barata de jeito nenhum, porém para alguém querendo pegar uma AEG boa que não seja absurdamente cara como a Krytac, a Avalon é a ganhadora.
submitted by vini_damiani to airsoft_brasil [link] [comments]


COMO FAZER UMA ARMADILHA PARA PEGAR ISCAS. - YouTube Correcta aplicación de cinta doble cara estructural para ... PEGAMENTO PARA GLITTER **DIY**(casero) Como Pegar Cavalo em Pasto GRANDE - Parte 2 - YouTube Como pegar piedritas. Tutorial - YouTube Como Pegar a Parede / Colocar no Corte da Onda no Surfe (PARTE 1) PEGAR CARAS MAIS VELHOS, ACEITAÇÃO E + #ASKLOLLY COMO RECORTAR FOTOS Y PEGAR EN OTRA(PHOTOSHOP) - YouTube Excel VBA - Como apagar várias linhas no VBA? - YouTube Franja de canutilhos e pérolas

Como pegar uma mulher? - comhqx.info

  1. COMO FAZER UMA ARMADILHA PARA PEGAR ISCAS. - YouTube
  2. Correcta aplicación de cinta doble cara estructural para ...
  3. PEGAMENTO PARA GLITTER **DIY**(casero)
  4. Como Pegar Cavalo em Pasto GRANDE - Parte 2 - YouTube
  5. Como pegar piedritas. Tutorial - YouTube
  6. Como Pegar a Parede / Colocar no Corte da Onda no Surfe (PARTE 1)
  7. PEGAR CARAS MAIS VELHOS, ACEITAÇÃO E + #ASKLOLLY
  8. COMO RECORTAR FOTOS Y PEGAR EN OTRA(PHOTOSHOP) - YouTube
  9. Excel VBA - Como apagar várias linhas no VBA? - YouTube
  10. Franja de canutilhos e pérolas

forma facil de recortar fotos ESTE ES LINK DE LAS IMAGENES: (nuevo link) http://www.mediafire.com/?78w10d3koe5qwq8 Cinta doble cara estructural 100 % acrílica, espesor 1.1mm rollo de 33 metros. Ideal para pegar aluminio, acero, vidrio, acrílico y superficies lisas donde s... Depois de completamente seca eu gosto de colocar um pauzinho de incenso próximo das roupas para quando eu pegar para usar ela já está perfumada. - Como guardar a roupa: Nesse Ask Lolly, decidi falar um pouco sobre questões da adolescência, como foi a primeira vez antes de se aceitar, se relacionar com pessoas mais velhas e outras coisas! // REDES SOCIAIS ... Completa tu maquillaje de fantasia con cristales!! TWITER: @abrilfh FACEBOOK: www.facebook.com/aprilfonts BLOG: http://barbiexl.blogspot.com *****... ingredientes que utilice: *gel sin alcohol *glicerina *base para maquillaje recuerda que te sirve para pegar glitter y pigmento si tienes alguna peticion de algo que te gustaria que yo realizara ... 🏇 Sejam bem vindos ao canal 🏇 Link do vídeo como pegar cavalo no pasto parte 1: https://www.youtube.com/watch?v=XA4cdAeRCiQ&t=1s Caixa Postal: Rua Comendad... Dica de surfe, Aprenda a botar pro corte / pegar a parede da onda no surfe PARTE 1. A PARTE 2 (com detalhes na pratica) está no link abaixo: https://youtu.be... excel vba apagar linhas - Venha aprender VBA com códigos simples e fáceis e transforme seu excel em uma arma afiada! NOSSO EBOOK EXCEL VBA GRÁTIS: http://www... aprenda a fazer uma armadilha deforma facil para pegar iscas .